Topo

Esporte

Crise interna faz China desistir de Aberto da Austrália de tênis de mesa

29/06/2017 11h38

Xangai, 29 Jun 2017 (AFP) - A seleção da China de tênis de mesa desistiu de disputar o Aberto da Austrália, que começa na semana que vem, agravando uma crise provocada pela demissão do técnico na semana passada.

A retirada da equipe foi anunciada pela Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF), em nota publicada nesta quinta-feira.

Na semana passada, os três melhores mesatenistas do ranking mundial -Fan Zhendong, Xu Xina e o campeão olímpico Ma Long- abandonaram o prestigioso Aberto da China na segunda rodada da competição.

Os jogadores protestam contra a demissão de Liu Guoliang, um ex-campeão olímpico que foi demitido do cargo de técnico-geral das seleções chinesas de tênis de mesa após uma reestruturação na federação.

"A decisão de retirar toda a equipe masculina é lamentável", declarou a ITTF em comunicado. "É uma decepção para todos os fãs do tênis de mesa no mundo. A equipe feminina estará presente", continuou.

A China conta com diversos campeões do mundo e olímpicos de tênis de mesa, esporte muito popular no país asiático.

O Aberto da Austrália, uma competição que vale pelo Platinum World Tour, começa em 4 de julho.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte