Topo

Tênis

Ex-sócio de Boris Becker cobra dívida de 36,5 milhões de euros

BRITTA PEDERSEN/EFE
De pé, o treinador Boris Becker comanda o pupilo Novak Djokovic em duelo com Grigor Dimitrov na semifinal de Wimbledon Imagem: BRITTA PEDERSEN/EFE

04/07/2017 18h53

Berlim, 4 Jul 2017 (AFP) - Um ex-sócio de Boris Becker exigiu 36,5 milhões de euros à antiga estrela do tênis, duas semanas depois do alemão ter sido declarado em falência por um tribunal londrino.

O empresário suíço Hans-Dieter Cleven exige o dinheiro, mas não revela quando a dívida foi originada.

"Depois que a decisão do tribunal de Londres declarar Boris Becker em falência, o ex-sócio de Becker, o empresário Hans-Dieter Cleven, se viu obrigado a fazer valer seus direitos no processo", comunicou o escritório de advogados GHM Partners, representante de Cleven.

O advogado do tenista, Christian-Oliver Moser, declarou que o pedido "não tem fundamento".

Becker, tricampeão em Wimbledon, bicampeão no Aberto da Austrália e campeão no US Open negou à imprensa alemã que estaria falido.

O ex-jogador, de 49 anos, atua como comentarista de televisão durante o torneio de Wimbledon.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!