Esporte

Paris e Los Angeles apresentam projetos à espera do voto duplo

11/07/2017 12h08

Lausana, Suíça, 11 Jul 2017 (AFP) - Chegou a hora da verdade para Paris e Los Angeles: as duas cidades apresentaram, nesta terça-feira, as candidaturas para os Jogos Olímpicos de 2024 ao COI, que vai decidir se aprova uma possível dupla votação que garanta que a derrotada sedie o evento em 2028.

"Vim aqui para apoiar o grupo e indicar o quão importante estas Olimpíadas são para nosso país. A França está preparada e espera os Jogos", declarou o Presidente do país, Emmanuel Macron.

"Perdemos a disputa para sediar em três ocasiões. Não queremos perder uma quarta vez", acrescentou o líder francês.

Macron, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, e o co-presidente da candidatura, Tony Estanguet, defenderam a capital francesa como sede.

"Os valores que representam o olimpismo são nossos valores", acrescentou Macron. "Hoje em dia, estão ameaçados e questionados. É o melhor momento para defender esses valores de abertura, tolerância, justiça, respeito ao meio ambiente. Tudo isso está sendo defendido pela candidatura Paris, 100 anos depois de organizar o evento pela última vez", expressou Macron.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não viajou à cidade suíça. No entanto, publicou um tuíte em que não fez menção à candidatura de 2024: "Trabalhamos duro para trazer os Jogos Olímpicos para os Estados Unidos. Continuaremos assim".

Ambos mandatários vão se encontrar, nesta sexta-feira, para celebrar a festa nacional francesa.

O grande show olímpico começou com a candidatura californiana, liderada pelo prefeito Eric Garcetti, o primeiro a presentar o projeto.

Ao seu lado, estavam o chefe da candidatura, Casey Wasserman, e os atletas Allyson Felix e Michael Johnson.

A candidatura da Los Angeles "não é questão de dinheiro, ego, orgulho da América, ou sobre ganhar e perder", indicou Wasserman em seu discurso.

"Trata-se de servir o movimento olímpico para além de 2024, para criar uma nova Olimpíada para uma nova era", acrescentou, parecendo abrir as portas para organizar o evento em 2028.

- Votação dupla? -As duas aspirantes tiveram os mesmos 45 minutos de tempo para apresentarem suas ideias, com um máximo de 10 participantes. Depois, cada grupo teve trinta minutos para perguntas e respostas com os membros do movimento olímpico.

"Realmente tenho confiança, acho que podemos escrever uma bela história entre Paris e Los Angeles. O fato de existir esta amizade entre Eric Garcetti e eu pode permitir que tenhamos uma proposta ao COI em que as três partes ganhem", declarou Anne Hidalgo na segunda-feira.

Gercetti indicou que a candidatura tem dois objetivos: "levar as Olimpíadas para os Estados Unidos e depois levá-la até Los Angeles".

Após as apresentações, os membros do COI vão se reunir em sessão extraordinária com um objetivo principal: aprovar a votação dupla para as sedes do maior evento esportivo do mundo para 2024 e 2028.

A decisão deve garantir que Paris e Los Angeles, as duas únicas cidades que desejam sediar o evento daqui a sete anos, vençam a disputa para os anos de 2024 e 2028.

O que precisará ser decidido é qual cidade vai organizar cada edição. Mas isso só será definido pelo COI no dia 13 de setembro, em Lima.

ebe-tba/fbr/mcd/an/iga/jma/fa

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo