Esporte

Serena Williams "ama" Andy Murray por resposta feminista em coletiva

14/07/2017 11h54

Londres, 14 Jul 2017 (AFP) - A americana Serena Williams declarou nesta sexta-feira que todas as tenistas "amam" Andy Murray, depois do tenista britânico, número 1 do mundo, corrigir um jornalista que formulou uma pergunta um tanto sexista.

Na quarta-feira, após ser eliminado nas quartas de final de Wimbledon, Murray deu coletiva de imprensa e corrigiu um repórter, que afirmou que Sam Querrey, seu algoz na rodada, era "o primeiro americano a alcançar as semifinais de um Grand Slam desde 2009".

"Primeiro homem americano", corrigiu Murray, referindo-se à Serena, recordista de títulos de Grand Slam (23) e atual campeã em Wimbledon.

"Não deve ter uma mulher atleta que não ama Murray", declarou Serena à emissora ESPN.

"Ele fala em nome dos direitos das mulheres. Ele fez isso novamente. Ele é assim, por isso o amamos. Ele fez muito por nós nas quadras". completou a campeã, que não participa da atual edição de Wimbledon por gravidez.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo