Esporte

Brasileiro Nicholas Santos é prata nos 50 m borboleta no Mundial de Natação

24/07/2017 15h55

Budapeste, 24 Jul 2017 (AFP) - O brasileiro Nicholas Santos conquistou a medalha de prata na prova dos 50 m borboleta, nesta segunda-feira no Mundial de Natação de Budapeste, na Hungria, chegando atrás apenas do britânico Benjamin Proud.

Nicholas, que vinha de prata no Mundial de Kazan-2015, repetiu o feito, completando a prova em 22.79 s, apenas quatro centésimos mais lento que Proud. A medalha de bronze ficou com o ucraniano Andrii Govorov.

A prova também contou com o brasileiro Henrique Martins, que terminou na 7ª colocação com tempo de 23.14 s.

"Estou muito feliz por ter podido repetir meu resultado de Kazan. Quase parei de nadar em dezembro", declarou o brasileiro após a prova.

Nicholas atual líder do ranking mundial dos 50 m borboleta, se tornou aos 37 anos o nadador mais velho a subir ao pódio em um Mundial de Natação, quebrando a própria marca, alcançada em Kazan.

"Na minha idade não é fácil competir com os mais jovens, mas felizmente meu corpo é forte e tenho uma dieta saudável e descanso e isso me permite estar aqui", completou.

O Brasil somou assim sua quinta medalha no Mundial de Budapeste, somando a conquista de Nicholas às três de Ana Marcela Cunha (ouro nos 25 km em águas abertas e bronze nos 5 km e 10 km) e à prata da equipe masculina do revezamento 4x100 m nado livre.

O outro brasileiro a pular na piscina da capital húngara nesta segunda-feira foi Guilherme Guido, pelas semifinais dos 100 m costas.

Guilherme conseguiu o 7º melhor tempo geral (53.71) das semifinais, se classificando para a final de um Mundial pela primeira vez na carreira. A decisão da prova será disputada nesta terça.

Na outra final masculina do dia, o britânico Adam Peaty, campeão olímpico e mundial da distância, revalidou seu título nos 100 m costas.

Peaty completou a prova com tempo de 57.47 s, superando o americano Kevin Cordes e o russo Kirill Prigoda.

No feminino, duas grandes estrelas roubaram a cena.

- Ouros para Hosszu e Sjöstrom -Katinka Hosszu se impôs diante de seu público nos 200 m medley. A nadadora húngara, carinhosamente chamada de 'Iron Lady', ou 'Dama de Ferro', venceu a final da distância (2:07.00), batendo à frente da japonesa Yui Ohasi (0.91 atrás) e a americana Madisyn Cox (2.71).

A húngara conseguiu assim seu terceiro título consecutivo nesta prova (após 2013 e 2015), da qual é também a campeã olímpica e recordista mundial.

"Acredito que não há conquista maior que esta: ser campeã mundial em Budapeste", comemorou Hosszu, maior estrela do esporte húngaro.

Antes, a sueca Sarah Sjöstrom, que no domingo bateu o recorde mundial dos 100 m nado livre (51.71 s), garantiu sua quarto medalha de ouro em Mundiais nos 100 m borboleta (55.48 s), a primeira em Budapeste-2017.

Sjöstrom já havia sido campeã do mundo nos 100 m borboleta em 2009, 2013 e 2015. Nesta segunda, a sueca ficou a apenas 5 centésimos de seu próprio recorde mundial, estabelecido nos Jogos Olímpicos do Rio-2016.

"Estava um pouco cansada pela prova de ontem e esta temporada estou concentrado no nado livre, então não esperava um recorde no nado borboleta", explicou a sueca.

A prata ficou com a australiana Emma McKeon e o bronze com a americana Kelsi Worrell.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo