Esporte

Monaco desmente acordo com Real Madrid para vender Mbappé

26/07/2017 15h10

Mônaco, 26 Jul 2017 (AFP) - O vice-presidente do Monaco, Vadim Vasilyev, desmentiu nesta quarta-feira que o clube francês tenha um acordo com o Real Madrid para vender o jovem atacante Kylian Mbappé, com o qual pretende renovar o contrato.

Na terça, o diário esportivo Marca fez disparar os rumores ao afirmar que havia "um princípio de acordo" entre os dois clubes para a venda de Mbappé (18 anos) ao Real Madrid por 180 milhões de euros, e que só faltariam alguns detalhes para fechar a negociação.

Vasilyev reconheceu que a equipe do Principado recebeu "propostas muito importantes" para vender a jovem promessa.

"Todo o mundo pergunta sobre isso", afirmou o vice-presidente do Monaco durante a coletiva de imprensa dedicada a apresentar as novas caras no elenco.

"Eu leio muitas coisas sobre isso na imprensa. Hoje, não temos qualquer acordo com o Real, nem com nenhum outro clube. É verdade que tivemos propostas importantes. Todos os grandes clubes o querem. É a maior promessa do futebol europeu", afirmou o dirigente.

"Mas não mudaremos de objetivo. Conversamos sobre evolução e prolongação de contrato, mas sempre respeitando o interesse econômico de nosso clube", explicou.

"É uma decisão muito importante, principalmente para Kylian. É preciso tomar a decisão certa, se fica ou se vai. É precisar lhe dar tempo e não precipitar demais as coisas", insistiu.

Segundo Vasilyev, existe "pressão midiática demais ao redor" de Mbappé.

"Tenho que lembrar a vocês que ainda é muito jovem. Não é fácil para ele, mas ele está levando isso bem e o parabenizo por isso. Não há nenhum acordo no momento. Queremos tempo para conversar com o jogador e sua família", concluiu.

Pouco depois da coletiva de imprensa, o dirigente garantiu, em aparente contradição, que não tinha deixado a porta aberta para a saída de Mbappé.

"Não abri a porta para sua saída", afirmou Vasilyev, que não quis relacionar o futuro do atacante no Monaco a uma eventual renovação de contrato.

"Não deve ir embora", respondeu o dirigente ao ser perguntado se o jovem negar uma extensão do vínculo. "É um jogador que todos querem. Apesar de ainda ter um ano de contrato, todos o estão acompanhando", afirmou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo