Esporte

Daniel Alves, Falcao e Cavani entre as estrelas da Ligue 1

01/08/2017 12h00

Paris, 1 Ago 2017 (AFP) - A temporada 2017-2018 da Ligue 1 começa nesta sexta-feira, balançada com a possível chegada de Neymar ao Paris Saint-Germain. Enquanto o brasileiro não confirma seu futuro, a competição mantém seu brilho com Daniel Alves, Radamel Falcao, Edinson Cavani e Kylian Mbappé.

- Daniel Alves (PSG) -Em apenas um jogo oficial, o lateral brasileiro marcou um belo gol de falta e deu assistência decisiva na vitória por 2 a 1 sobre o Monaco, para levar o título da Supercopa da França, o primeiro com o time de Paris.

Esta foi a carta de apresentação do multi-campeão, que agora soma 35 conquistas na carreira e foi eleito o melhor em campo, em Tânger. O time da capital francesa espera que a alegria e a jovialidade de Alves, mesmo aos seus 34 anos, contagie o time para melhorar o grupo.

- Edinson Cavani (PSG) -Artilheiro isolado da última temporada, com 35 gols, o atacante uruguaio aproveitou a saída do sueco Zlatan Ibrahimovic e abraçou com todas as forças a camisa 9 do time.

Aos 30 anos, Cavani renovou contrato com o peso de ser um dos principais pilares do time, na missão de retomar a hegemonia na França e buscar a tão sonhada Liga dos Campeões para o PSG.

Os números do centroavante no ano passado foram semelhantes aos de Cristiano Ronaldo e Messi, o que permite os torcedores a sonhar com a conquista inédita.

- Radamel Falcao (Monaco) -Capitão do Monaco que colocou fogo na Europa na última temporada, o colombiano ajudou o time do Principado a conquistar a Ligue 1 e acabar com a série de quatro títulos do PSG.

O jovem time ainda conseguiu a façanha de chegar às semifinais da Liga dos Campeões. O atacante marcou 21 gols no campeonato francês, índice que este ano vai ser mais difícil de alcançar, já que parte da equipe foi vendida para gigantes europeus.

"É claro que muitos jogadores importantes foram embora, mas o Monaco contratou gente com qualidade. Espero que a gente esteja 100% para repetir o ano passado ou até melhorar", indicou o jogador de 31 anos.

- Mario Balotelli (Nice) -O polêmico atacante italiano parece ter esfriado a cabeça no Nice, onde protagonizou grande campanha com 15 gols em 23 jogos na Ligue 1. O time terminou na terceira colocação, após brigar pelo título até as últimas rodadas.

Além dos gols, Balotelli foi decisivo em jogos contra Olympique de Marselha, Monaco e PSG. O atacante de 26 anos renovou contrato com o clube francês para tentar voltar à seleção italiana e, quem sabe, disputar a Copa do Mundo de 2018 da Rússia.

- Dimitri Payet (Olympique de Marselha) -Aos 30 anos, Payet encara temporada decisiva para sua carreira, também de olho no Mundial do ano que vem. Sobretudo porque a nova geração de jogadores franceses, como Lemar e Mbappé, mostraram credenciais fortes na briga pelas 23 vagas.

Payet voltou ao Olympique em janeiro, vindo do West Ham, e realizou uma segunda metade de campeonato correta, mas sem corresponder as expectativas de ser o destaque da equipe. Apesar disso, o meia assumiu a braçadeira de capitão para esta temporada.

"É um dos líderes do Olympique e da seleção. Já o treinei no Lille e era assim. O vejo motivado, tem experiência para saber administrar essa responsabilidade", avaliou o técnico Rudi Garcia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo