Esporte

Daniel Alves: alegria que contagia PSG e atrai Neymar

02/08/2017 12h02

Paris, 2 Ago 2017 (AFP) - Destaque do primeiro título do Paris Saint-Germain na temporada e agente direto para atrair, por meio de brincadeiras, o compatriota Neymar para o clube francês: o brasileiro Daniel Alves mal chegou à capital francesa e já deixou sua marca.

O veterano lateral de 34 anos não poderia ter começado melhor sua experiência na cidade luz. No último fim de semana, marcou um golaço de falta, deu passe para gol e foi eleito o melhor jogador na vitória por 2 a 1 sobre o Monaco, pela Supercopa da França.

"Estou muito orgulhoso de ajudar o time na estreia oficial. Estava chateado por não termos vencido nenhum amistoso. Para alguém que vive de competir e ganhar é complicado", comentou Alves sobre a pré-temporada nos Estados Unidos.

"Dani Alves tem uma personalidade extraordinária. Se adaptou muito bem ao grupo. Parece que está jogando com a gente há muito tempo", comemorou o argentino Javier Pastore depois da partida.

- Mentalidade vencedora -"Vim para lutar e fazer do PSG um time melhor", comentou Alves após o título, consciente que sua missão é dar força extra em agressividade e em espírito vencedor ao time francês. É uma maneira de entender como o lateral conseguiu levantar 35 troféus na carreira, dentre eles três Ligas dos Campeões, torneio tão sonhado pelo PSG.

Um hall de conquistar que esteve ligado ao lado no bom critério para escolher o clube - Sevilla, Barcelona e Juventus -, mas sempre com mentalidade vencedora. "Sempre lembrarei uma vez que Alves me disse 'quanto mais trabalhar, mais oportunidades tem de vencer'", escreveu seu ex-companheiro Marc Bartra.

O futebol do brasileiro também evoluiu. Depois de jogar anos como lateral direito, Alves começou a se posicionar mais por dentro do meio campo e muitas vezes como um ponta direito.

A versatilidade abre possibilidades para o técnico espanhol Unai Emery criar variações ofensivas.

Além do bom relacionamento com os sul-americanos do time francês, Alves também se deu bem com jogadores de culturas distintas, como o goleiro alemão Kevin Trapp, por exemplo.

- 'Showman' -O lateral também garante o espetáculo aonde quer que vá. Daniel gosta de exibir penteados e roupas extravagantes fora de campo, além de ter o corpo recheado de tatuagens. Além disso, comemora os gols de maneira particular.

Por fim, Daniel Alves é um grande amigo de Neymar, a quem lançou várias mensagens nos últimos dias para tentar atrair o atacante para o PSG: "Seja corajoso, o mundo é dos corajosos", indicou o lateral quando ainda estava em Tânger e enquanto Ney decidia seu futuro em silêncio.

"As decisões são dos corajosos. Eu sou o mais corajoso. Decidi deixar o Barça, deixar a Juventus... Sempre faço escolhas. Ele tem que decidir por sua maturidade e sua ideia de continuar progredindo", comentou Alves quando a ida de Neymar ao PSG ainda era uma possibilidade.

Até agora, parece que Alves conseguiu o que queria: nesta quarta-feira pela manhã, Neymar comunicou aos companheiro do Barcelona que estava deixando o clube.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo