Esporte

Neymar: magia em campo e no marketing

03/08/2017 16h45

Paris, 3 Ago 2017 (AFP) - Os dribles quando ainda era adolescente deixavam os internautas encantados. Agora, ao assinar contrato com o Paris Saint-Germain, Neymar é uma estrela mundial, graças ao seu futebol, estilo e cuidado com o marketing pessoal.

Neymar Jr (25 anos) assinou seu primeiro contrato aos 13 e se tornou profissional aos 17. Dois anos depois, tornou-se pai. O jovem jogador deixou sua marca no futebol brasileiro em 2011, quando liderou o Santos no tricampeonato da Libertadores.

É nesta época que a "marca" Neymar começa a ganhar força. Neymar pai, que cuida dos negócios do filho jogador, é conhecido por ser negociante intenso, apesar dos imbróglios judiciais por fraude fiscal.

Aos 21 anos, Neymar é campeão da Copa das Confederações 2013, terminando a competição como melhor jogador.

No entanto, o sucesso com a seleção foi efêmero. Na Copa do Mundo do ano seguinte, o atacante se lesionou e não pôde ajudar o time na humilhante derrota por 7 a 1 para a Alemanha, em pleno Mineirão.

Na Copa América, também não foi capaz de liderar o time ao título. O Brasil caiu nas quartas de final das edições 2011 e 2015, mas o time não contava com treinadores que passassem confiança e padrão tático.

A redenção com a amarelinha veio em 2016, quando foi o craque do time que conseguiu conquistar a única medalha que faltava para o futebol brasileiro: o ouro olímpico. Neymar cobrou o pênalti decisivo na final contra a Alemanha, após empate em 1 a 1 (5-4 nos pênaltis).

Após o gol, o camisa 10 caiu no chão e chorou. A ferida do Mundial tinha ficado para trás.

Pelé-Ronaldinho, Messi-CR7"Tenho tantas memórias do Maracanã... E hoje criei uma mais. Que final perfeita para os Jogos", comentou Pelé, maior artilheiro da história do futebol e lenda viva do esporte.

As comparações com Neymar são obrigatórias, assim como com Ronaldinho. Em 2011, os dois se enfrentaram em partida épica entre Santos e Flamengo, vencida por 5 a 4 pelos cariocas. Ambos se destacaram e protagonizaram um dos grandes momentos do futebol brasileiro: a passagem de bastão do veterano consagrado para a jovem promessa.

Neste jogo, Neymar marcou o gol que depois seria eleito o mais bonito da temporada, rendendo ao jovem o Troféu Puskas da Fifa. Com vários atributos fortes, como visão de jogo, drible, passe, velocidade e chute, o craque é fatal. Não é a toa que o jogador é o quarto maior artilheiro da história da seleção brasileira, com 52 gols em 72 jogos.

Em 2013, Neymar chega aos Barcelona. Na temporada 2014-15, forma o venenoso trio de ataque "MSN", ao lado do argentino Lionel Messi e do uruguaio Luis Suárez. O ano é perfeito e o atacante consegue seu principal objetivo, que é conquistar a Liga dos Campeões. Nesta temporada, o time comandado por Luis Enrique conquistou a tríplice coroa, com a Liga espanhola e a Copa do Rei.

O camisa 11 azul-grená se consagra, tanto no nível coletivo quanto individual. Neste ano, o jogador termina como artilheiro da Champions, empatado com 10 gols junto a Messi e Cristiano Ronaldo.

Em 2015, Neymar conquista a Bola de Bronze, atrás do português e do camisa 10 argentino, que levou a Bola de Ouro.

'Rei do marketing'A última temporada foi menos brilhante, mas ainda assim o craque foi protagonista de um dos momentos recentes mais importantes da história do Barça.

Depois de perder para o PSG por 4 a 0 no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, os catalães conseguiram a virada e venceram por 6 a 1. Neymar chamou a responsabilidade, marcou dois gols e deu uma assistência na partida.

O brasileiro foi um dos poucos que mostraram otimismo antes do duelo. "Enquanto tivermos 1% de chances, vamos acreditar 99%", falou. Dito e feito.

Mas além de assombrar dentro das quatro linhas, o atacante também marca presença constante fora dos gramados, onde se revelou como um artista do marketing. Neymar é uma marca mundial.

Em fevereiro de 2013, a revista Time apostou que o jogador seria "o futuro Pelé". Em 2012 e 2013, a Sports Pro o apontou como o jogador com maior potencial no terreno do marketing.

A votação é realizada levando em conta critérios como receita, idade, carisma e vontade de expor sua imagem, o que não falta para o brasileiro. Neymar também venceu esse "título" em 2014 e 2015, antes do francês Paul Pogba entrar em cena.

O craque também tem uma fundação com seu nome, destinada para assistência social - e equilibrar um pouco sua imagem puramente mercantilista.

Neymar tem 30 milhões de seguidores no Twitter, outros 60 milhões no Facebook e mais de 78 milhões no Instagram. Só CR7 tem mais fãs que o craque brasileiro, que quer ser o número um dentro e fora dos gramados.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo