Esporte

Troféus, gols e litígios marcam legado de Neymar no Barcelona

03/08/2017 15h17

Barcelona, 3 Ago 2017 (AFP) - Os 222 milhões de euros que vão tirar Neymar do Barcelona vão demarcar novo recorde de transferência da história do futebol por um jogador, que após 4 anos no clube catalão deixou sua marca com títulos, gols e novelas financeiras.

Desde a chega do craque, em 2013, o clube catalão sofreu com problemas fora de campo, por conta da turbulenta negociação entre Santos e Barça.

Dentro das quatro linhas, após um ano irregular, Neymar formou um dos ataques mais temidos do futebol, ao lado do argentino Lionel Messi, eleito cinco vezes melhor do mundo, e o uruguaio Luis Suárez.

A trinca MSN conquistou duas Ligas espanhola, uma Liga dos Campeões e três Copas do Rei.

Em 186 jogos vestindo a camisa azul-grená, Neymar marcou 105 gols, um deles na final da Champions de 2015.

Além disso, foi decisivo com dois gols no histórico 6-1 sobre o novo clube, suficiente para o Barcelona conseguir virar o 4 a 0 sofrido no Parque dos Príncipes, pelas oitavas de final da Champions.

- Polêmicas financeiras -A direção do Barcelona, que há quatro anos conseguiu convencer o jogador a morar na Catalunha em vez de jogar no Real Madrid, agora observa impotente a saída do craque, seduzido pela oferta astronômica do PSG.

Neymar pai, que administra os negócios do filho, também cobrou pagamento de 40 milhões de euros em 2013, em acordo que produziu um terremoto no clube.

O ex-presidente Sandro Rosell, atualmente preso por conta de investigação com a venda de direitos de televisão para a seleção brasileira, renunciou ao cargo por conta do caso Neymar, em janeiro de 2014.

Depois, o Barça entrou em acordo com a procuradoria e pagou multa de 5,5 milhões de euros no ano passado. Mas não parou por aí.

Rosell, o atual presidente Josep Maria Bartomeu, Neymar Jr e Neymar pai esperam mais uma acusação, agora do grupo brasileiro DIS, antigo dono de 40% dos direitos do jogador no momento da negociação e que se sentiu prejudicado na operação.

- Barcelona envelhecido -A saída de Neymar deixa Bartomeu pressionado e em posição enfraquecida.

Desde que Luis Figo trocou o Barça pelo Real Madrid, em 2000, o time catalão nunca tinha perdido uma de suas peças principais contra sua vontade.

As presenças de Lionel Messi e Suárez deveriam funcionar como um escudo para evitar que se repita a má fase após a saída de Figo: o clube ficou cinco anos sem vencer troféus importantes.

O problema é que Neymar era visto como a futura estrela do time, herdeiro de Messi como protagonista dos catalães, que estão envelhecendo. Messi, Suárez, Andrés Iniesta e Gerard Piqué têm pelo menos 30 anos de idade, enquanto Neymar tem 25 e personalidade para assumir o peso de ser o craque do time.

Além disso, o Barcelona não se movimentou bem nas últimas janelas de transferência, o que deixa os torcedores desconfiados com o que a diretoria pode fazer com os 222 milhões até o final de agosto.

kca/dbh-du/pm

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo