Esporte

Parisienses consideram contratação de Neymar excessiva

04/08/2017 15h13

Paris, 4 Ago 2017 (AFP) - A chegada de Neymar ao Paris Saint-Germain criou uma onda de entusiasmo nos torcedores do time, mas muitos parisienses não veem bem o alto gasto investido, de mais de duzentos milhões de euros, para contar com o atacante brasileiro.

"Pagar um valor desses por apenas um homem é excessivo", manifestou Maurice, morador da capital francesa de 72 anos, que reconhece não saber nada de futebol, mas afirma que "o dinheiro matou o esporte".

"Os jogadores já não competem pelo clube. Passam de time em time e só estão preocupados em aumentarem seu salário. Já nem sentem nada pela seleção nacional", lamentou. Apesar disso, reconheceu que a chegada do astro "vai trazer um pouco mais de dinheiro para os cofres do Estado, graças aos impostos".

Neymar assinou contrato de cinco anos com o PSG na última quinta-feira, depois de o clube francês desembolsar a cifra recorde de 222 milhões de euros para ao Barcelona. O salário líquido anual vai ser de 30 milhões de euros, depois de impostos.

Mas não foi só o dinheiro que fez "a contratação do século" chamar tanta atenção. O atrativo midiático também pesou, apesar das críticas de Élodie, de 35 anos: "Francamente, Neymar vir não é a notícia do ano. Fico incomodado que não se fale de outras coisas na mídia. O futebol nem sequer é prioridade".

- 'Neymar, quem?' -Apesar da insistência no tema, a cobertura parece não chegar a todos da mesma maneira. "Neymar, quem?", se perguntou Angelica, de 56 anos, alheia à chegada do novo camisa 10 do PSG. "Na minha idade, priorizamos a informação", explicou.

"Antes desta manhã, eu nem sequer o conhecia", comentou Isabelle, jovem parisiense que acredita que os valores da negociação "estão desconectados da realidade".

"Em cinco anos, vai ganhar um milhão de vezes o salário mínimo francês, enquanto muitos outros só recebem de vez em quando", denunciou.

"É o que vale", respondeu Benroy, torcedor do PSG de 22 anos. O jovem esperou horas por sua chance de comprar a camisa do novo ídolo, que custa 100 euros. Para ele, a chegada do atacante brasileiro "é um sonho".

"Neymar em Paris é simplesmente mágico. Eu já estive aqui (na loja do PSG) quando Ibrahimovic veio, mas isso é ainda maior", acrescentou.

"Existe gente que critica o salário de Carlos Ghosn, presidente da Renault, mas pelo menos ele emprega milhões de pessoas. Neymar vai receber só por jogar bola", queixou-se Cyrille, de 48 anos.

"Acho que todo mundo está de acordo que as cifras que estão em jogo são indecentes. Mas é isso, quem sabe esse jovem de quem todo mundo fala seja solidário, não?", torceu Angelica.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo