Esporte

No retorno de Alan Ruschel aos gramados, Chape perde para Barça

07/08/2017 17h51

Barcelona, 7 Ago 2017 (AFP) - Em partida para apresentar o elenco do Barcelona e homenagear a Chapecoense após a tragédia aérea de 2016, os catarinenses perderam para os catalães por 5 a 0, nesta segunda-feira, mas comemoraram a chance de jogar no Camp Nou e receber o carinho dos espanhóis.

A partida marcou o retorno aos gramados de Alan Ruschel, um dos sobreviventes do desastre que matou 71 pessoas em novembro de 2016, depois que a aeronave que levava a equipe para a final da Copa Sul-americana caiu próximo à Medellin, na Colômbia.

Gerard Deulofeu abriu o placar, aos 5 minutos do primeiro tempo, Sergio Busquets ampliou, aos 10, e Lionel Messi fez o terceiro, aos 27. Na segunda etapa, Luis Suárez fez o quarto, aos 9, e Denis Suárez fechou a conta, aos 28.

Jackson Follman e o zagueiro Neto, que também saíram vivos do acidente, deram o pontapé inicial e emocionaram o estádio. Follman, que precisou amputar a perna direita, entrou em campo vestindo o uniforme dos tempos de goleiro.

- "MS...D" -Foi o primeiro jogo do Barça no Camp Nou após a saída de Neymar, que deixou o time para defender o Paris Saint-Germain. A transação estabeleceu novo recorde de transferências, após pagamento de 222 milhões de euros pelo time francês.

Mas o Barcelona não sentiu falta do camisa 11 e partiu para cima da Chape sem dó. O trio "MSN" foi atualizado e virou "MSD", com Deulofeu atuando pela ponta esquerda. Logo nos primeiros minutos, o time catalão penetrou a zaga com facilidade, com boas triangulações e passes rápidos. Os brasileiros mal viam a cor da bola.

Aos cinco, o Barça abriu o placar se utilizando dessa estratégia. Rakitic recebeu passe de Suárez, deu caneta em Luiz Otávio e tocou para Deulofeu só empurrar para as redes.

Aos 10 minutos, a superioridade técnica do Barça resultou em mais um gol. Sergio Busquets recebeu passe de Deulofeu na intermediária e, totalmente livre, bateu com categoria no ângulo direito de Elias.

O Barcelona diminuiu a pegada e começou a jogar em ritmo de treino. Ainda assim, os espaços apareciam com facilidade e o argentino Lionel Messi fez o terceiro, aos 27, após receber passe de Deulofeu.

De volta aos gramados depois de 252 dias, Ruschel carregou a faixa de capitão. Aos 35 minutos da primeira etapa, foi substituído e ovacionado pelo Camp Nou.

- Ritmo de treino -Na segunda etapa, o jogo não mudou de cara e o Barcelona continuou chegando com facilidade ao gol de Elias, que fez grandes defesas e evitou goleada maior.

Mas aos 9 minutos, Suárez tabelou com Messi, chutou firme sem ângulo e finalmente conseguiu vencer o goleiro brasileiro, depois de três tentativas frustradas pelo arqueiro.

O Barça tirou o pé, mas continuou ampliando a vantagem. Aos 28 minutos, Messi enfiou a bola na diagonal e Denis Suárez bateu cruzado para marcar o quinto.

Os times fizeram todas as alterações possíveis e sobrou para Artur Moraes a principal jogada dos catarinenses. Nestor Semedo entrou pela área pela direita e foi derrubado por Khevin. Pênalti que Paco Alcácer cobrou e Artur voou no canto direito e defendeu a batida, aos 44 minutos. A defesa foi comemorada como um gol de honra.

fa

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo