Esporte

Real vence Barça no Camp Nou e fica perto de vencer Supercopa da Espanha

13/08/2017 19h02

Barcelona, 13 Ago 2017 (AFP) - O Real Madrid foi um visitante amargo para o Barcelona e venceu o jogo de ida da Supercopa da Espanha por 3 a 1, neste domingo, dentro de um Campo Nou lotado e contra um time que sentiu a falta de Neymar.

Gerard Piqué abriu o placar do jogo ao marcar contra, aos 4 minutos do segundo tempo, mas Lionel Messi empatou de pênalti, aos 32. O português Cristiano Ronaldo saiu do banco e fez o segundo dos merengues, aos 35, e Asensio fechou a conta no fim do jogo, aos 45.

O Real pode até perder por 2 a 0 na partida de volta, quarta-feira, em pleno Santiago Bernabéu. Mas o time da capital espanhola não vai contar com CR7, que foi expulso após receber um amarelo por tirar a camisa ao comemorar o gol e outro por simulação.

Depois de um primeiro tempo morno, o gol só saiu na segunda etapa.

Após jogada do brasileiro Marcelo pelo lado esquerdo do campo, o lateral foi até o fundo e cruzou rasteiro. O zagueiro Gerard Piqué deu carrinho para evitar o passe e balançou as próprias redes, aos 4 minutos.

O Real melhorou no jogo e aos 9 quase conseguiu o segundo gol. Depois de outra jogada pela esquerda, Carvajal recebeu cruzamento e bateu firme. O gol só não saiu porque Jordi Alba apareceu para salvar a pátria com um carrinho, em cima da linha.

A partida virou outra depois do intervalo. O Barcelona também assustou o gol de Keylor Navas, que fez bela defesa na cabeçada de Luis Suárez, após cobrança de escanteio.

- Dinamite CR7 -Cristiano Ronaldo saiu do banco e entrou em campo vaiado pelo Camp Nou lotado. Aos 24 minutos, o craque português arriscou voleio plástico e quase se consagrou, mas acabou pegando mal na bola.

O Barça respondeu e começou a pressionar o Real. Depois de várias tentativas e defesas milagrosas de Navas, Suárez recebeu passe e dividiu com o goleiro. O atacante uruguaio se jogou e cavou o pênalti. Messi cobrou e empatou, aos 31 minutos.

Três minutos depois, CR7 calou o estádio depois de rápido contra-ataque. O português recebeu pela ponta esquerda, cortou para o meio driblando Piqué e bateu cruzado, no ângulo de Ter Stegen. O craque tirou a camisa para celebrar e recebeu cartão amarelo.

A comemoração saiu caro, porque aos 36 minutos o árbitro interpretou queda do atacante dentro da área como simulação e deu o segundo cartão para Ronaldo, que foi expulso e não vai jogar o jogo de volta.

Mesmo com um a menos, o Real conseguiu fazer mais um gol de contra-ataque. Depois de erro de Suárez no campo de ataque, Lucas Vásquez acelerou e passou para Asensio. O jovem driblou Piqué e acertou um canudo no ângulo, aos 45 minutos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo