Topo

Esporte

Manchester City ameaça denunciar presidente da Liga espanhola

07/09/2017 15h45

Londres, 7 Set 2017 (AFP) - O Manchester City ameaçou denunciar o presidente da Liga Espanhola, Javier Tebas, nesta quinta-feira, depois das acusações do mandatário sobre a tentativa do clube inglês tentar falsificar as contas através do acordo com o Girona.

"As declarações de Tebas são equivocadas e algumas partes pura ficção. O Manchester City e o City Football Group pediram a opinião dos conselheiros legais para atuar na sequência", indicou o City em comunicado.

No início da temporada, o clube inglês emprestou cinco atletas ao Girona, que acaba de chegar à primeira divisão. Depois, anunciou a compra da maioria das ações do time espanhol.

Segundo Tebas, estes jogadores foram sub-valorizados propositalmente. Perguntado sobre a intenção do City "falsificar as contas", expressão utilizada pelo presidente da Liga, o mandatário respondeu: "tentaram, mas não conseguiram".

O City possui 44,3% das ações do Girona, a mesma quantidade de Pere Guardiola, irmão do técnico dos Citizens Pep Guardiola.

Na quarta-feira, Tebas declarou que City e Paris Saint-Germain estão "destruindo o futebol" com os valores gastos na janela de transferências.

O clube da capital francesa é propriedade do fundo de investimento soberano do Catar. Já o inglês é o xeque Mansur, da família que governa os Emirados Árabes Unidos.

Em julho, Tebas acusou ambas equipes de "doping financeiro" e acrescentou que "riam" da Uefa e das regras do fair play financeiro.

A Uefa abriu investigação sobre as contratações do PSG, mas Tebas quer mais contundência: "meu objetivo é que exista uma ordem para acabar com essa situação, porque se não fizermos nada agora temos PSG e Manchester City, mas mais a frente vai ser um xeque do Bahrein ou um empresário malásio que deformarão o setor".

Os Citizens gastaram 242 milhões de euros nesta janela de transferências. O PSG colocou fogo no mercado após pagar a cláusula de rescisão de Neymar no Barcelona por 222 milhões de euros, além de fechar com Kylian Mbappé por empréstimo com opção de compra no valor de 180 milhões.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte