Esporte

Emery divide responsabilidade de pênaltis entre Neymar e Cavani

26/09/2017 12h59

Paris, 26 Set 2017 (AFP) - Técnico do Paris Saint-Germain, o espanhol Unai Emery afirmou nesta terça-feira, antes do confronto contra o Bayern de Munique pela Liga dos Campeões, que quer que o uruguaio Edinson Cavani e o brasileiro Neymar dividam a responsabilidade de bater os pênaltis.

Perguntado sobre quem cobraria eventual penalidade na partida de quarta-feira no Parque dos Príncipes, o treinador basco respondeu:

"Vou dizer como me sinto e como contei aos jogadores. Existem muitos jogadores que estão preparados para bater os pênaltis aqui. Muitos que também querem bater. Aqueles que estão mais preparados para bater são Cavani e Neymar. Eu quero que os dois tenham essa responsabilidade e que exista o maior número de pênaltis para que marquem o maior número de gols possível", avaliou o técnico.

Neymar queria se tornar o batedor oficial de pênaltis, mas Cavani está no clube desde 2013 e carrega essa responsabilidade desde a saída do sueco Zlatan Ibrahimovic.

Mas o uruguaio não concordou com as exigências do novo camisa 10. Há pouco mais de uma semana, a polêmica estourou na partida contra o Lyon, quando os dois discutiram para bater uma falta e um pênalti. Na saída da partida, o clima esquentou no vestiário e, segundo diversas fontes próximas, os dois quase trocaram agressões físicas.

- Vazamentos no PSG -O capitão Thiago Silva lamentou que o caso tenha sido vazado aos meios de comunicação, mas Emery afirmou que não está preocupado com o delator da informação.

"Não perco energia para saber como a informação saiu. Conversamos no ano passado e neste ano para fechar o grupo e deixá-lo muito forte, sem que saiam coisas que não queremos. Mas estou tranquilo porque sei que o time é forte, o grupo está unido. Respeito as pequenas coisas que possam sair, que possam danificar o time, e vamos trabalhar para consertar isso", indicou Emery

O técnico é consciente de que o investimento de mais de 400 milhões de euros em Neymar e Kylian Mbappé vai colocar o PSG no centro das atenções da Champions.

"O clube deu um passo importante para estar concorrendo com os melhores times. Esportivamente, agora temos mais inimigos que veem nosso time com seriedade, com os jogadores comprados nos anos anteriores e nesta temporada. Demos um passo para estar entre os que podem ganhar", celebrou Emery.

"É um processo. Como consequência, somos um inimigo esportivo para os outros times. É por isso que falam mais de nosso time. Quando falam muito, você escuta muito. Pode ouvir ciosas que são verdade e outras que não. É bom que se fale muito do PSG e é por isso que o PSG está entre os melhore times da Europa e do mundo", concluiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo