Esporte

Moção de censura contra Bartomeu é encerrada por falta de apoio

28/09/2017 12h35

Barcelona, 28 Set 2017 (AFP) - O empresário Agustí Benedito, responsável por mover moção de censura contra o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, encerrou o processo nesta quinta-feira sem conseguir o mínimo de assinaturas necessárias.

"Cardoner encerrou o prazo para recolher assinaturas na quarta-feira. Se o clube encerra o prazo, e o faz porque pode fazer, o voto de censura é fechado", afirmou Benedito nesta quinta.

O vice-presidente do clube, Jordi Cardoner, deixou claro que a data limite para entregar as assinaturas necessárias era na quarta-feira.

Benedito revelou que contava com 12.504 assinaturas para iniciar a moção. O número estava longe dos 16.500 votos para iniciar a votação.

Segundo o regulamento do Barcelona, Benedito tinha 14 dias para reunir assinaturas de 15% dos 110.000 sócios com idade para votar, ou seja, necessita de 16.500 pessoas para apoiarem sua ideia.

Se conseguisse, todos os sócios do clube seriam chamados para votar esta moção, que vai ser concluída com apoio de dois terços dos votantes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo