Esporte

Putin acha atraso nas obras da Copa do Mundo 2018 inadmissível

03/10/2017 14h29

Moscou, 3 Out 2017 (AFP) - O presidente russo Vladimir Putin avisou, nesta terça-feira, que qualquer atraso dos trabalhos para a Copa do Mundo de 2018 seria "inadmissível" e pediu para os trabalhadores "não descansaram", a oito meses do jogo de abertura do Mundial.

"Qualquer atraso nos trabalhos de preparação para a Copa do Mundo é inadmissível", declarou o mandatário russo em reunião com o Conselho de Esporte de Kremlin.

"Resolver os problemas é especialmente complicado quando chegamos na reta final. Precisamos de uma atenção especial", acrescentou Putin.

O presidente da Rússia garantiu, no entanto, que não constatou nenhum atraso e que a situação é "em geral satisfatória".

O ministro de Esportes, Pavel Kolobkov, anunciou na reunião que o encarregado das obras do Estadio de Samara foi punido pelos atrasos. "A situação está sob controle e o estádio vai ser terminado nos prazos", tranquilizou o ministro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo