Esporte

Messi pode se juntar a outras estrelas fora da Copa do Mundo

09/10/2017 16h21

Paris, 9 Out 2017 (AFP) - O argentino Lionel Messi está na beira do abismo e pode ficar de fora da Copa do Mundo da Rússia-2018, fracasso que outros grandes jogadores também sofreram no passado.

- Di Stéfano, o malditoNacionalizado espanhol, Alfredo Di Stéfano vestiu a camisa da seleção da Espanha no final de janeiro de 1957. Antes, o jogador de origem argentina não tinha disputado nenhuma Copa do Mundo com a camisa azul e branca, já que a Argentina boicotou as edições de 1950 e 1954.

Mas os espanhóis não conseguiram se classificar para o Mundial de 1958, na Suécia.

A "La Roja" conseguiu se garantir na edição seguinte, no Chile, mas a felicidade durou pouco, já que o atacante sofreu com dores nas costas e não entrou em campo na competição. A Espanha foi eliminada na primeira fase.

- Eusébio, o golpePortugal não se classificou para a Copa do Mundo de 1970. Foi um golpe duro para Eusébio, Bola de Ouro em 1965 e estrela do Mundial de 1966. O atacante foi o artilheiro da edição com 9 gols, levando Portugal à terceira colocação.

Habilidoso com a cabeça e com os pés, o Pantera negra conquistou a Copa da Europa com o Benfica em 1962.

- Moore, sonho não realizadoCapitão da Inglaterra campeã do mundo em 1966, Bobby Moore queria que o final de sua carreira fosse na Copa do Mundo de 1974, na Alemanha ocidental.

Mas o grupo de classificação com Polônia e País de Gales, com apenas uma vaga disponível, foi o problema para os ingleses. O time partiu como favorito, mas não confirmou o status.

A Inglaterra venceu apenas um jogo e terminou na segunda colocação atrás da Polônia. Moore assistiu o empate contra País de Gales, que selou a eliminação, do banco de reservas.

- Cruyff sequestradoLenda do futebol, o holandês Johan Cruyff nunca conquistou uma Copa do Mundo. Depois de perder a final de 1974 para a República Federal da Alemanha, não quis jogar contra na Argentina quatro anos mais tarde.

O motivo foi um mistério durante 30 anos, pois especulava-se um conflito com a Federação Holandesa relativo aos bônus ou boicote contra a ditadura de Jorge Videla.

Em 2008, Cruyff revelou os motivos para a Catalunya Radio: junto à sua família, foi vítima de uma tentativa de sequestro em Barcelona antes do Mundial.

"Nesse momento, veio alguém e colocou um fuzil no meu rosto. Estava amarrado, minha esposa estava amarrada e as crianças também, num apartamento de Barcelona. Chega um momento que você pensa 'basta'. Existem momentos que outros valores são prioritários", revelou Cruyff.

- Van Basten, repescagem perdidaFinalista da Copa de 1978 na Argentina, a Holanda não se classificou para a Copa do Mundo de 1982, na Espanha.

Para o Mundial do México em 1986, os holandeses contavam com uma promessa: Marco van Basten. O jovem protagonizou os melhores momentos do Ajax, ao lado do surgimento de outros jogadores como Frank Rijkaard, Ruud Gullit e Ronald Koeman.

A equipe não conseguiu a vaga direta e precisou disputar repescagem contra a Bélgica. Na primeira partida fora de casa, perderam por 1 a 0. Na volta, venceram por 2 a 1, mas o gol sofrido em casa garantiu os "Diabos Vermelhos" para o Mundial.

Dois anos depois, os holandeses se vingaram da melhor maneira conquistando a Eurocopa. O time eliminou os anfitriões alemães e superou a União Soviética na final, graças ao mítico voleio de Van Basten.

- Papin e Cantona caem nos acréscimosCom Jean-Pierre Papin, Bola de Ouro em 1991, e Eric Cantona como motores do time, a seleção francesa tinha como obrigação se classificar para a Copa de 1994. Ainda mais depois de ser eliminada na fase de grupos da Eurocopa 1992.

A partida decisiva foi contra a Bulgária, em novembro de 1993, no Parque dos Príncipes. A geração estava marcada pela rivalidade entre os jogadores de Paris Saint-Germain e Olympique de Marselha, mas bastava um empate para carimbar o passaporte para os Estados Unidos.

Mas nos acréscimos Emil Kostadinov encerrou as esperanças francesas com um chute que garantiu a vitória búlgara por 2 a 1. Foi um dos fracassos mais traumáticos do futebol francês.

pgr-tba/chc/mcd/fa

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo