Esporte

Técnico Pizzi pede demissão do Chile após derrota para o Brasil

10/10/2017 23h39

São Paulo, 11 Out 2017 (AFP) - Técnico da seleção chilena, o argentino Juan Antonio Pizzi anunciou que não vai continuar no comando da "La Roja", depois de perder por 3 a 0 para o Brasil nesta terça-feira e deixar a bicampeã da Copa América fora da Copa do Mundo 2018.

"Eu me descarto a nível pessoal" para continuar, afirmou o treinador. Pizzi assumiu a responsabilidade do fracasso do time nas eliminatórias. O Chile terminou na sexta colocação com 26 pontos, empatada com o Peru (5º), mas com pior saldo de gols.

"Lamentavelmente fechei um ciclo no qual vivemos momentos de muita alegria. Esta tristeza supera qualquer decepção que tive na carreira", acrescentou.

Pizzi assumiu a seleção chilena em janeiro de 2016, depois do compatriota Jorge Sampaoli deixar a "La Roja".

Sob seu comando, o Chile conquistou a Copa América Centenário no mesmo ano. Foi o segundo título internacional dos chilenos na história do esporte, depois da Copa América 2015.

"Fizemos todo o esforço durante a eliminatória, em todos os jogos. Lamentavelmente não conseguimos classificar para a Copa do Mundo", concluiu Pizzi.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo