Topo

Esporte

Mourinho depõe à justiça espanhola por suposta fraude fiscal

03/11/2017 13h49

Madri, 3 Nov 2017 (AFP) - O técnico português José Mourinho compareceu ao tribunal de Madri, nesta sexta-feira, para depor em investigação sobre suposta fraude fiscal de 3,3 milhões de euros quando treinou o Real Madrid (2010-2013), segundo jornalistas da AFP no local.

Mourinho chegou pouco antes das 10h do horário local, esquivando-se dos jornalistas que o esperavam no tribunal de Pozuelo de Alarcón, na zona metropolitana de Madri. O luso entrou sozinho e cabisbaixo pela porta principal. Seus advogados o esperavam dentro.

A procuradoria avalia a fraude fiscal em 1,6 milhões de euros, em 2011, e em 1,7 mi, em 2012, durante os anos em que Mourinho comandou o Real Madrid.

A investigação acha que o treinador utilizou empresas fantasmas no exterior para não declarar algumas de suas receitas publicitárias.

Quando a procuradoria realizou a denúncia em junho, a companhia Gestifute dirigida pelo agente Jorge Mendes, que representa Mourinho, garantiu que o técnico tinha regularizado sua situação com a receita espanhola.

A Gestifute disse que o português pagou mais de 26 milhões de euros em impostos em três anos. Nas três temporadas no Real Madrid, Mourinho conquistou uma Liga e uma Copa do Rei.

ng-jed/dif/pc.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte