Esporte

Sonolento, Sport faz pouco e é eliminado na Copa Sul-americana

03/11/2017 00h58

Barranquilla, Colômbia, 3 Nov 2017 (AFP) - O Sport não conseguiu se recuperar da derrota em casa e acabou eliminado da Copa Sul-americana, nesta quinta-feira, depois de empatar sem gols com o Junior Barranquilla pelas quartas de final da competição continental.

Os colombianos jogaram tranquilos por conta da vitória por 2 a 0 no jogo de ida. Para se classificar, o Sport precisava vencer por três gols de diferença, o que ficou difícil sem a dupla de ataque titular formada por Diego Souza e André.

O Junior quebrou uma barreira na competição continental. É a primeira vez que o time do norte da Colômbia consegue alcançar as semifinais do torneio.

Já o Sport se contenta em voltar para casa e disputar o Campeonato Brasileiro. A equipe flerta perigosamente com o rebaixamento - está na 15ª posição com os mesmos pontos do primeiro time na zona da degola - e encara a Chapecoense na próxima rodada.

- Sonolento -Diferentemente do jogo de ida, em que o Leão deixou muitos espaços para o time colombiano, o Sport entrou bem postado em campo e marcando forte. O problema é que o time precisava partir para cima para tentar reverter o resultado no Recife.

Sem poder contar com Diego Souza e André, os pernambucanos caíram na estratégia colombiana e não conseguiram criar jogadas ofensivas de perigo. Os anfitriões trocaram passes e cadenciavam o jogo para ver o relógio passar.

O que impressionava era a falta de interesse do Sport no jogo, já que o time nem tentou aumentar a marcação para pressionar a saída de bola dos adversários. Em certos momentos, parecia que o time brasileiro tinha ido ao vizinho sul-americano para passear.

Até os 28 minutos do segundo tempo, as duas equipes praticamente não criaram chances de gol. Foi numa falta da intermediária o lance mais interessante da partida, não porque a cobrança foi bem feita, mas pelo atrativo do goleiro Sebastián Vieira atravessar o campo para arriscar. Bola na barreira e jogo morno.

O Sport não tinha criatividade no meio de campo e faltava alguém para conectar os três atacantes escalados pelo técnico Daniel Paulista. Apesar da escalação ofensiva, o que o time brasileiro se propôs a fazer e toda partida foi marcar atrás da linha da bola.

Cômodos com o resultado, o Junior também não acelerou o jogo e trocou passes na defesa. O time jogou com o regulamento debaixo do braço e contou com a conivência dos pernambucanos para praticamente terminar o jogo sem arriscar um gol, que presentearia a classificação à torcida que acompanhou o jogo no estádio Metropolitano.

Sem poder reclamar, o Junior Barranquilla comemora a classificação que dá o direito de encarar o Flamengo na semifinal. O Rubro-negro se deu melhor no clássico contra o Fluminense, após vencer o jogo de ida por 1 a 0 e empatar em 3 a 3 na partida eletrizante na volta.

fa

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo