Topo

Esporte

Guerrero chega a Lima para se defender de suspensão por doping

REUTERS/Mariana Bazo
Guerrero lamenta chance perdida pelo Peru diante da Colômbia Imagem: REUTERS/Mariana Bazo

Da AFP, em Lima

05/11/2017 14h22

O peruano Paolo Guerrero chegou neste domingo a Lima para iniciar sua defesa da suspensão por 30 dias imposta pela Fifa, após ter sido flagrado em exame antidoping por "resultado analítico adverso".

O capitão da seleção peruana e atacante do Flamengo foi recebido por centenas de torcedores no aeroporto Jorge Chávez.

"Força Guerrero, o Peru está com você", cantavam os torcedores, vestidos com a camisa da seleção peruana.

O maior artilheiro da história do Peru pediu para que fossem examinadas a contraprova e a lista de medicamentos que utilizou quando serviu a seleção de seu país nas últimas rodadas das eliminatórias sul-americanas.

Guerrero, acompanhado do bioquímico Luiz Claudio Cameron e do advogado Pedro Fida, se reunirá com dirigentes da Federação Peruana de Futebol (FPF) para montar um plano de defesa contra as acusações.

Para resolver este complicado caso, o atacante de 33 anos contratou os advogados que defenderam Neymar em suas brigas judiciais contra as Receitas Federais de Brasil e Espanha.

A suspensão preventiva deixa Guerrero de fora das partidas de repescagem do Peru contra a Nova Zelândia, programadas para os dias 11 e 15 de novembro, que valem uma vaga na Copa do Mundo da Rússia-2018. O Peru não disputa uma Copa há 36 anos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte