Esporte

ATP Finals começa com favoritismo de Federer e Nadal

11/11/2017 16h17

Londres, 11 Nov 2017 (AFP) - Um Rafael Nadal recuperado das dores no joelho parece ser o único obstáculo capaz de tirar de Roger Federer o sétimo título do ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada e que começa neste domingo, em Londres.

O suíço de 36 anos não participou do Masters 1000 de Paris para descansar. Com a raquete na mão, Federer está em plena forma. Nesta temporada, perdeu apenas quatro dos 53 jogos disputados e emplacou sete títulos, entre eles o Aberto da Austrália e Wimbledon. Federer não tinha uma temporada tão vitoriosa há 10 anos.

A princípio, apenas o espanhol "Touro Miúra" parece capaz de competir com o rival, apesar de Nadal não estar nas melhores condições físicas. Ao longo da carreira, o tenista precisou renunciar a disputa do ATP Finals quatro vezes por conta de lesões.

Nadal jogou em Paris e somou pontos necessários para se garantir no topo do ranking até o final da temporada. No entanto precisou deixar a competição por conta de dores no joelho.

- Preocupação com o joelho -Os organizadores e o público londrino ficarão aliviados em ver Nadal enfrentar o belga David Goffin no primeiro jogo, na segunda-feira: "se não acreditasse que fosse estar bem para segunda-feira eu não estaria aqui", declarou Nadal tentando diminuir as dúvidas sobre seu estado.

Nadal vai precisar estar 100% para superar Federer, que o venceu nas quatro vezes em que os dois se enfrentaram nesta temporada, sendo três finais (Austrália, Miami e Shanghai) além das oitavas de final de Indian Wells.

No grupo de Nadal, o austríaco Dominic Thiem e o búlgaro Grigor Dimitrov completam a chave, além de Goffin. Federer, por outro lado, divide o grupo com o americano Jack Sock, o alemão Alexander Zverev e o croata Marin Cilic.

Somados, os seis concorrentes da dupla "Fedal" têm 46 torneios ATP conquistados na carreira, número distante dos 75 títulos do espanhol e dos 95 do suíço. Dentre eles, apenas Cilic conquistou um Grand Slam (US Open-2014), enquanto Federer tem 19 e Nadal 16.

- Murray, Djokovic e Wawrinka ausentes -Nesta temporada, Federer e Nadal atropelaram a concorrência vencendo todos os Grand Slams do ano, sendo Austrália e Wimbledon para o primeiro e Roland Garros e US Open para o segundo. Facilitou o ano as lesões do sérvio Novak Djokovic, do britânico Andy Murray e do suíço Stan Wawrinka.

Os tenistas encerraram a temporada prematuramente por conta das lesões e operações. Já o argentino Juan Martín Del Potro ficou perto de se classificar, mas não conseguiu superar as quartas de final do Masters de Paris e acabou de fora do torneio.

A ameaça para Federer e Nadal poderia ser Zverev, que aos 20 anos se tornou a revelação da temporada depois de conquistar cinco títulos, dentre eles os Masters 1000 de Roma e Montreal. No entanto, o jovem não conseguiu chegar às quartas de final de nenhum Grand Slam.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo