Esporte

São Petersburgo quer recuperar centros para bêbados na Copa

13/11/2017 15h47

São Petersburgo, 13 Nov 2017 (AFP) - O governador de São Petersburgo, que vai sediar vários jogos da Copa do Mundo 2018, anunciou nesta segunda-feira que quer recuperar os antigos centros para pessoas bêbadas, habitual durante o tempo de União Soviética.

Gueorgui Poltavtchenko é o encarregado de "elaborar um mecanismo jurídico para criar os centros que poderiam funcionar sem os hospitais, de maneira independente", indicaram fontes da administração local.

Desta forma, respondeu uma petição do procurador adjunto da cidade durante reunião dedicada ao consumo de álcool: "o alcoolismo se converte em um problema mais atual na véspera do Mundial".

Os centros para recuperar a ressaca existiam em grandes cidades durante a época soviética, com reputação sinistra por conta dos duros tratamentos oferecidos aos bêbados. Na teoria, poderiam receber ajuda médica e permanecer sóbrios durante a noite.

Após a queda da URSS, foram desaparecendo progressivamente antes de serem extintos em 2011. Desde então, as pessoas em estado de embriaguez nas ruas devem se transportadas ao hospital ou à delegacia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo