Esporte

Brasil para na forte marcação da Inglaterra e empata sem gols

14/11/2017 20h22

Londres, 14 Nov 2017 (AFP) - Sem muita criatividade e abusando de erros de passe, o Brasil empatou sem gols com a Inglaterra em Londres, nesta terça-feira, em amistoso em que Tite pôde colocar o que considera de mais forte entre seus comandados.

Dos 25 jogadores convocados pelo treinador brasileiro, sete jogam a Premier League. Mas o conhecimento do campeonato inglês não ajudou os brasileiros no duelo de Wembley, que contou com mais de 84.500 torcedores, no primeiro jogo do técnico contra uma das potências europeias.

Foi a segunda prova de fogo do Brasil contra times de outros continentes. No primeiro a seleção venceu o Japão por 3 a 1, em Lille, mas não conseguiu impor um ritmo para furar o bloqueio dos fortes zagueiros ingleses.

Foi o último jogo do Brasil em 2017. Ainda antes da Copa do Mundo, a equipe vai encarar a Alemanha em Berlim no dia 27 de março de 2018. Vai ser o primeiro reencontro entre as duas seleções depois do histórico 7 a 1 imposto pela Mannschaft na semifinal da Copa de 2014.

Antes, a amarelinha viaja até Moscou para enfrentar a Rússia no dia 23 do mesmo mês. São os dos últimos testes antes da convocação final que vai definir o grupo de 23 jogadores que vão buscar o sexto título mundial do Brasil.

- Força máxima -Aproveitando o rival europeu para testar a força da equipe considerada titular, Tite escalou força máxima. E os primeiros minutos demonstram bom entrosamento entre os 11 favoritos do comandante canarinho.

O Brasil se sentiu em casa em Wembley, jogando com autoridade, liberdade e trocando bons passes. A anfitriã, por outro lado, mostrou postura mais resguardada, apostando em contra-ataques e ligações diretas ao ataque.

A dificuldade dos brasileiros, que tinham posse de bola na casa dos 70%, era furar a linha de cinco defensores montada pelo adversário, prevista por Tite e treinada nas práticas anteriores ao confronto. Mas os ingleses se fecharam muito bem e o Brasil teve problemas para criar jogadas.

Os canarinhos abusaram de passes errados e não tentavam abrir o campo, com jogadas pelas laterais. As chegadas mais claras foram em chutes de longe e penetrações em jogadas individuais, mas com pouco perigo.

Os ingleses, por outro lado, se contentavam em marcar. Desfalcado de vários jogadores, entre eles os perigosos Dele Alli e Harry Kane, o "English Team" só arriscou uma vez com o jovem Rashford de fora da área. O goleiro Alisson foi seguro e defendeu com tranquilidade.

- Jogo morno -No início da segunda etapa, o Brasil entrou mais ligado e quase abriu o placar logo no primeiro minuto, com Philippe Coutinho recebendo passe em infiltração pelo meio da zaga. Mas o meia do Liverpool chutou em cima do goleiro Joe Hart e desperdiçou.

Depois da primeira chance, o jogo diminuiu em ritmo e as poucas chances de gol voltaram a ser habituais. O panorama de domínio de bola brasileiro e forte marcação inglesa se manteve também no segundo tempo.

Diante do problema de criar espaço entre os gigantes ingleses, Tite tentou fazer mudanças no time ao colocar Fernandinho e William nos lugares de Coutinho e Renato Augusto. A melhor chance veio com o volante do Manchester City, que roubou a bola no meio de campo, carregou até a intermediária e acertou a trave, aos 30 minutos.

Neymar abusava de jogadas individuais e foi vencido na maioria das vezes que tentou acelerar o jogo. Depois de tanto buscar, conseguiu se desvencilhar da marcação em uma delas, aos 39 minutos, e deu passe para Paulinho. O meia do Barcelona encheu o pé chutando cruzado e exigiu boa defesa de Hart.

fa

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo