Topo

Esporte

Mohamed Salah apoia campanha pelos direitos das mulheres no Egito

23/11/2017 19h12

Cairo, 23 Nov 2017 (AFP) - O jogador de futebol egípcio Mohamed Salah, do Liverpool, deu o seu apoio a uma campanha da ONU contra a violência e as desigualdades contra as mulheres em seu país, onde o assédio e a discriminação sexual são um problema endêmico.

Milhares de pessoas viram o vídeo de animação que mostra aos homens como romper com os estereótipos e defender a igualdade de gênero no Egito. O jogador de futebol compartilhou o vídeo em suas redes sociais, colaborando com uma ampla difusão do mesmo.

"Porque sou um homem que entende que um homem e uma mulher têm os mesmos direitos e responsabilidades, decidi apoiar a campanha 'Porque sou um homem'", escreveu Salah no Facebook, Twitter e Instagram.

Salah é uma grande estrela em seu país, ainda mais desde a conquista que permitiu aos egípcios conseguir em outubro uma vaga na Copa do Mundo de 2018, na Rússia, algo que não obtinham desde 1990.

Segundo um estudo da ONU publicado em 2013, a imensa maioria das mulheres foi vítima de alguma forma de assédio no Egito e muitas vezes se veem enfrentando comentários ou atitudes obscenas.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte