Esporte

Estátua de Messi é vandalizada outra vez em Buenos Aires

04/12/2017 18h14

Buenos Aires, 4 dez 2017 (AFP) - A estátua do craque argentino Lionel Messi foi vandalizada mais uma vez em Buenos Aires, na madrugada de domingo para segunda-feira, e danificada na região dos tornozelos.

Apenas as chuteiras do jogador se mantiveram no pedestal, enquanto todo restante do corpo da estátua amanheceu no chão. O monumento em tamanho natural foi inaugurado em junho de 2016, depois de Messi anunciar sua aposentadoria da seleção argentina.

No entanto, o craque voltou atrás em sua decisão e recuperou o posto de capitão e camisa 10 da alviceleste.

O primeiro ataque à obra aconteceu em janeiro de 2017, quando a figura foi cortada na altura do tronco.

A homenagem está ao lado de outras lendas esportivas da Argentina, como o veterano jogador de basquete da NBA Manu Ginóbili, o ex-tenista Guillermo Vilas e o campeão de Fórmula 1 Juan Manuel Fangio.

Os homenageados localizados ao lado de Messi também foram alvo de ataques. Em 2016, a raquete de tênis de Gabriela Sabatini foi roubada.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo