Esporte

Fifa anuncia suspensão de um ano para Guerrero, que está fora da Copa

08/12/2017 14h56

Zurique, Suíça, 8 dez 2017 (AFP) - A comissão disciplinar da Fifa anunciou nesta sexta-feira que o atacante peruano Paolo Guerrero está suspenso por um ano por ter sido flagrado em um exame antidoping, o que significa que o jogador do Flamengo está fora da Copa do Mundo da Rússia-2018.

"Após o exame antidoping realizado depois da partida das eliminatórias da Copa do Mundo da Fifa Rússia-2018 contra a Argentina, disputada em Buenos Aires em 5 de outubro de 2017, o jogador deu resultado positivo para o metabólito da cocaína, a benzoilecgonina, uma substância que está lista de proibição da Agência Mundial Antidoping (Wada) na categoria 6: estimulantes", informa um comunicado da entidade.

"Ao dar resultado positivo para uma substância proibida, o jogador violou o artigo 6 do regulamento antidoping da Fifa e, em consequência, violou o artigo 63 do código disciplinar da Fifa", completa a nota.

O período da suspensão começa em 3 de novembro, data em que o jogador foi suspenso de maneira provisória pelo presidente da comissão disciplinar da Fifa.

O advogado de Guerrero, Pedro Fida, anunciou em Lima que "vamos apelar até a última instância em busca de justiça e a favor do jogo limpo e do esporte justo".

"Paolo Guerrero e seu advogado receberam com extrema surpresa e decepção o resultado publicado pela Fifa, que castiga o atleta com um ano de suspensão mesmo descartando o uso de cocaína", continuou Fida.

Contactado pela AFP, o Flamengo, que tem contrato com Guerrero até agosto de 2018, afirmou que "não se pronunciará no momento" e que "o assunto está sendo discutido internamente".

A suspensão do jogador de 33 anos inclui todas as partidas, de âmbito nacional e internacional, amistosos ou oficiais.

Guerrero, capitão da seleção peruana, cumpria uma suspensão de 30 dias, que terminou em 3 de dezembro. Depois do jogo contra a Argentina, o exame antidoping apresentou um "resultado analítico adverso".

- Otimismo recente -O Peru, que se classificou para uma Copa do Mundo pela primeira vez após 36 ano, disputou as partidas de repescagem contra a Nova Zelândia sem Guerrero, que estava suspenso de forma provisória. Agora a equipe disputará o Mundia da Rússia sem o seu artilheiro.

A seleção peruana, que não joga a Copa desde 1982, enfrentará no grupo C do Mundial russo França, Dinamarca e Austrália. A outra grande referência ofensiva da equipe é o veterano Jefferson Farfán, de 33 anos.

A Fifa havia estendido durante 20 dias a suspensão preventiva de Guerrero em 5 de dezembro, à espera da avaliação da comissão disciplinar da entidade. Naquele momento, o jogador se mostrava otimista com uma possível decisão favorável no caso.

"Felizmente a Fifa já descartou qualquer consumo de droga da minha parte. Me sinto muito confiante, sei que vai dar tudo certo, agora é esperar a resposta da Fifa", havia declarado Guerrero à imprensa peruana.

Guerrero, maior artilheiro da história da seleção peruana com 33 gols em mais de 80 jogos com seu país, foi um dos maiores responsáveis pelo quinto lugar conseguido pelo Peru nas eliminatórias sul-americanas, sinônimo de repescagem intercontinental.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo