Topo

Esporte

Ampliado até sexta prazo para explicações de United e City sobre confusão pós-dérbi

13/12/2017 16h17

Londres, 13 dez 2017 (AFP) - A Federação Inglesa (FA) ampliou até sexta-feira o prazo para que Manchester United e Manchester City deem suas versões sobre a confusão pós-clássico nos vestiários do estádio Old Trafford, no último domingo.

A FA havia dado inicialmente até quarta-feira para que ambos os clubes explicassem o ocorrido após a partida, que terminou com vitória por 2 a 1 do City.

Segundo a imprensa britânica, o técnico do United, o português José Mourinho, foi até o vestiário do adversário ao fim da partida para recriminar uma comemoração que acreditava ser efusiva demais dos jogadores do City.

Mourinho entrou numa discussão verbal com o goleiro brasileiro do City Ederson e o atacante belga do United Romelu Lukaku também teve papel de protagonista na briga.

O Daily Mail e o Daily Telegraph garantem que Mourinho foi molhado com água e leite pelos jogadores do City e que uma garrafa de plástico acertou sua cabeça.

Na confusão, o assistente do técnico Pep Guardiola no Manchester City, o espanhol Mikel Arteta, ficou com o rosto ensanguentado.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte