Topo

Esporte

Fifa ameça Espanha por ingerências políticas

15/12/2017 18h00

Madri, 15 dez 2017 (AFP) - A Fifa enviou carta para a Federação Espanhola de Futebol (RFEF) para adverti-la sobre qualquer ingerência política, anunciou nesta sexta-feira a entidade internacional, recordando que o desrespeito da regra poderia levar a uma eventual suspensão da Espanha da Copa do Mundo da Rússia-2018, segundo a imprensa do país.

Desde que o presidente Angel María Villar foi suspenso de suas funções, após envolvimento em escândalo de corrupção, a RFEF está imersa em vários processos judiciais e administrativos.

Uma proposta do Conselho Superior de Esportes (CSD), dependente do governo espanhol e favorável à novas eleições na RFEF, foi o que levou a Fifa a intervir.

"Podemos confirmar que a Fifa enviou uma carta à RFEF mostrando sua preocupação pela situação que atravessa a federação", declarou a Fifa em comunicado enviado à AFP.

"Todas as federações membro devem administrar seus assuntos de maneira independente, garantindo que não se produza nenhuma ingerência por parte de terceiros em seus assuntos internos", lembrou a Fifa, que suspendeu o Kuwait em 2015.

A Espanha foi ameaçada de suspensão em 2008, o que teria impossibilitado a conquista da Eurocopa daquele ano. A RFEF e o governo espanhol garantiram que a participação da Roja no Mundial não corre perigo. A Fifa confirmou anunciando o envio de uma delegação ao país acompanhado de membros da Uefa, "em breve".

"Esse cenário eu não contemplo", indicou o presidente espanhol Mariano Rajoy durante conferência em Bruxelas. "Estou convencido que a Espanha vai ao Mundial para ganhar", acrescentou.

ebe-jed/gr/pm/dr/fa

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte