Topo

Esporte

Atlético alega "questão de respeito" após recorrer à Fifa contra Barça

EFE/ Alejandro García
28.ago.2013 - Sandro Rosell (dir.), presidente do Barcelona, e Enrique Cerezo, presidente do Atlético de Madri, se abraçam ao final da partida Imagem: EFE/ Alejandro García

Do UOL, em São Paulo

20/12/2017 15h31

Madri, 20 dez 2017 (AFP) - O presidente do Atlético de Madrid, Enrique Cerezo, justificou nesta quarta-feira (*20) a decisão de denunciar o Barcelona na Fifa por aliciamento ao atacante Antoine Griezmann, afirmando que é "uma questão de respeito".

"O único comentário que temos que fazer sobre este assunto é que todo mundo deve saber que o Atlético de Madrid sempre irá defender seus interesses, é uma questão de respeito, aqui na Espanha ou em qualquer lugar", declarou Cerezo antes do tradicional almoço natalino com a imprensa.

O presidente do Atlético referia-se à denúncia apresentada na terça-feira (19) à Fifa contra o Barcelona pelos "repetidos contatos com o jogador e seu entorno" para contratar Griezmann.

O Atlético lembrou que Griezmann, de 26 anos, é um jogador do clube madrilenho com contrato de longa duração em vigor e, por isso, não pode ser aliciado por outro clube.

Griezmann, que tem cláusula de rescisão de contrato de 100 milhões de euros, renovou com o Atlético de Madrid até junho de 2022.

A Fifa confirmou na terça-feira em nota à AFP ter recebido a denúncia do Atlético, sem dar maiores detalhes.

Griezmann, contratado pelo Atlético em 2014 por 30 milhões de euros junto à Real Sociedad, se tornou uma estrela mundial nos três anos no clube madrilenho.

O atacante francês foi o artilheiro do clube nas últimas duas temporadas, com 32 gols em 2015-16 e 26 em 2016-17.

Na atual temporada, Griezmann marcou cinco gols no Campeonato Espanhol e dois na Liga dos Campeões, competição na qual o Atlético foi eliminado na fase de grupos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte