Topo

Esporte

Concentrado na China, Fabio Capello descarta comandar Itália

REUTERS
Imagem: REUTERS

22/12/2017 14h35

Milão, 22 dez 2017 (AFP) - O veterano técnico Fabio Capello descartou nesta sexta-feira as chances de assumir a seleção da Itália, afirmando que está concentrado em seu trabalho na China, onde comanda o Jiangsu Suning.

"Não, nunca farei. Já parei", indicou o treinador de 71 anos ao jornal italiano La Repubblica, ao ser perguntado sobre os boatos que o colocavam no comando da 'Azzurra'.

"De todas as formas, estou na China", acrescentou.

O ex-técnico do Real Madrid e das seleções da Rússia e Inglaterra, Capello assinou com o Jiangsu Suning em junho. A equipe chinesa é propriedade do empresário Zhang Jindong, que também contraola a Inter de Milão.

Capello demonstrou tristeza pela não classificação da Itália para a Copa do Mundo da Rússia-2018, mas avaliou que isso pode ser "um momento de virada para o futebol italiano".

"Não pode ser só uma pessoa que tome as decisões. É preciso um grupo de pessoas que seja capaz, que saiba de futebol e que trabalhe de maneira conjunta em prol do futebol italiano. Não por interesse próprio", indicou Capello.

Apesar de também ter passagem pelo Milan, Capello indicou seu desejo de continuar o trabalho na China.

"Fui para a China por vontade própria. Queria responder aos que me acusam de ter treinado apenas clubes vitoriosos", acrescentou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte