Topo

Esporte

Presidente da Federação Russa se afasta do cargo durante defesa

25/12/2017 16h37

Moscou, 25 dez 2017 (AFP) - O vice-primeiro ministro russo, Vitali Mutko, anunciou nesta segunda-feira que vai suspender temporariamente suas funções como presidente da Federação Russa de Futebol (RFU), com objetivo de se concentrar na defesa contra o banimento dos Jogos Olímpicos pelo escândalo de doping do país.

Em coletiva de imprensa, Mutko, que também é o encarregado de esportes da Rússia, revelou que vai recorrer ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) contra a decisão anunciada pelo Comitê Olímpico Internacional dia 5 de dezembro.

"Solicitei suspender minhas funções por um período de seis meses. Vou continuar trabalhando como vice-primeiro ministro e supervisionando a preparação da Copa do Mundo", declarou Mutko.

O papel de Mutko no futebol é especialmente significativo pela proximidade do Mundial de 2018, entre os dias 14 de junho e 15 de julho.

"Sobre as relações com a Fifa e com o Comitê de Organização do Mundial, enquanto o presidente Vladimir Putin confiar em mim, continuarei trabalhando e supervisionando os preparativos do Mundial", indicou.

Mutko revelou que Alexander Alayev, diretor geral da RFU, vai exercer as funções de presidente interino enquanto durar a suspensão, que pode ser inferior a seis meses dependendo dos prazos da defesa.

Alayev disse aos jornalistas que sua missão será "manter a estabilidade e evitar qualquer escândalo", durante seus meses no cargo.

mp-gmo/nm/dr/fa

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte