Topo

Esporte

Ex-presidente do futebol peruano é absolvido no caso Fifagate

26/12/2017 17h53

Nova York, 26 dez 2017 (AFP) - Um júri federal americano absolveu nesta terça-feira o ex-presidente da Federação Peruana de Futebol, Manuel Burga, no caso conhecido como "Fifagate" que está sendo julgado em Nova York.

Quatro dias depois de declarar o brasileiro José Maria Marin e o paraguaio Juan Angel Napout culpados, o júri avaliou que o peruano não era culpado no delito de associação para delinquir. A avaliação foi confirmada por um porta-voz da Procuradoria Geral do Brooklyn.

Marin, que comandou o futebol brasileiro entre março de 2012 e maio de 2015, foi declarado culpado em seis dos sete delitos dos quais era acusado. O ex-presidente da CBF aceitou subornos em troca de contratos de transmissão e marketing em jogos da Libertadores e da Copa América.

Napout, por outro lado, foi declarado culpado em três das cinco acusações: associação para delinquir e duas acusações de fraude bancária relacionadas à Copa América e à Libertadores.

Depois do Natal, o tribunal voltou à atividade nesta terça-feira, com o júri chegando a conclusão de que Burga aceitou 4,4 milhões de dólares em subornos. No entanto, o acusado nunca recebeu o valor, por estar sendo investigado por lavagem de dinheiro no Peru.

A absolvição chega mais de dois anos depois dos Estados Unidos dar à luz o maior caso de corrupção da história do futebol, conhecido como Fifagate.

"Retorno à minha pátria. Tenho muito o que fazer lá. Não tenho sentimento de vingança nem de revanche", disse Burga aos jornalistas na saída do julgamento, em declarações veiculadas pela televisão peruana.

Visivelmente emocionado, Burga acrescentou que "Deus iluminou o júri para que fizesse um veredito que espero há dois anos e 22 dias". O ex-mandatário da FPF, que comandou a federação entre 2002 e 2014, passou o período detido em Lima e sob liberdade restringida em Nova York.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte