Topo

Esporte

Federação grega denuncia "tentativa de ataque terrorista" contra presidente

Thanassis Stavrakis/AP
Evangelos Grammenos, à esquerda, presidente da federação grega de futebol Imagem: Thanassis Stavrakis/AP

29/12/2017 20h05

Atenas, 29 dez 2017 (AFP) - A Federação Grega de Futebol denunciou nesta sexta-feira o envio de uma carta de três páginas com ameaças ao presidente Vangelis Grammenos, que continha também uma bala. A entidade classificou o ato como "tentativa de ataque terrorista".

A carta, que continha uma bala de 9mm, foi enviada à sede da federação e aberta por um dos assistentes de Grammenos, que não se encontrava no escritório, em Atenas.

"A Federação Grega de Futebol condena de maneira inequívoca, clara e indiscutível a tentativa de ataque terrorista contra o presidente Grammenos ontem (quinta-feira)", acusou a entidade em comunicado.

"A nova diretoria eleita da Federação não se vê intimidada" e continuará "com a remodelação completa" prevista pela entidade, continuou.

A polícia grega está investigando o conteúdo da carta e tentando identificar o remetente.

A imprensa grega afirmou que a carta estava assinada "pelos torcedores de um grande clube" e destacou que Grammenos já foi ameaçado no passado por suas relações com alguns clubes e com o governo atual.

O governo grego aprovou recentemente uma nova legislação para limpar o futebol grego, após anos de acusações de manipulação de resultados e de graves problemas de violência nos estádios.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte