Topo

Esporte

Polícia busca jogador peruano acusado de estuprar menor de idade

Reprodução
O peruano Gino Guerrero pelo Guaraní-PAR Imagem: Reprodução

09/01/2018 17h43

Asunción, 9 Jan 2018 (AFP) - O jogador peruano Gino Guerrero, novo reforço do Guarani do Paraguai, teve pedido de prisão confirmado à AFP pelo procurador Cristian Roig, nesta terça-feira, depois de ser denunciado de estupro a uma menor de idade.

Guerrero foi indiciado pelo ato punível de coação sexual. A polícia tem mandado de prisão para detê-lo e apresentá-lo à Procuradoria, onde prestará depoimento.

O meia foi denunciado de ter violado uma menor de 15 anos em San Lorenzo, a 20 quilômetros de Assunção, indicou Roig. O estupro teria acontecido entre os dias 6 e 7 de janeiro no banheiro da casa dos pais da menor, onde passava as férias.

Após o pedido de prisão ser emitido, o presidente do clube confirmou que vai buscar a rescisão de contrato de Guerrero. Juan Alberto Acosta pediu que o jogador se retirasse de maneira imediata a concentração de pré-temporada do clube.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte