Topo

Esporte

Pastore contradiz Thiago Silva e afirma querer se aposentar no PSG

11/01/2018 16h09

Paris, 11 Jan 2018 (AFP) - O meia argentino Javier Pastore, que parecia destinado a deixar o Paris Saint-Germain, segundo o capitão da equipe, o brasileiro Thiago Silva, escreveu nesta quinta-feira no Instagram que gostaria de encerrar a carreira na capital francesa.

"Nunca falei com Silva sobre meu problema nem meu futuro. Nunca pressionei ninguém. Não é meu estilo. Ele não teve conhecimento do problema que eu tive e o motivo por eu ter chegado mais tarde", escreveu Pastore na rede social.

"Repito: meu sonho sempre foi ser o último a ir embora. Sempre fui leal. Não é verdade que quero sair! Eu gostaria de ficar aqui para terminar minha carreira", completou o argentino, contratado em 2011 por 42 milhões de euros, se tornando a primeira grande contratação dos novos proprietários catarianos no PSG.

Após as férias de fim de ano, Pastore só voltou aos treinos nesta segunda-feira. O uruguaio Edinson Cavani voltou na sexta-feira, dois dias depois do prazo marcado.

Os dois jogadores ficaram de fora da lista de relacionados para a partida de quartas de final da Copa da Liga contra o Amiens, vencida por 2 a 0 na quarta.

"É um momento importante para o clube e é preciso pensar antes de fazer algo assim. Não foi bom para ninguém, mas estamos com os dois. Acredito que Pastore disse ao clube que queria sair e, no fim, não encontrou um acordo. Para Cavani é diferente", declarou Thiago Silva durante a zona mista após o confronto com o Amiens.

Sem muito tempo de jogo nesta temporada, Pastore parecia pronto para se transferir para outro clube na janela de inverno.

O meia tem como objetivo jogar mais minutos para ter chances de ser convocado para a Copa do Mundo da Rússia-2018.

Mais Esporte