Topo

Esporte

Representantes das Coreias discutem show nos Jogos de Inverno

15/01/2018 14h59

Seul, 15 Jan 2018 (AFP) - Delegados das duas Coreias conversaram nesta segunda-feira (15) sobre a possível apresentação de artistas do Norte nos Jogos Olímpicos de Inverno, que acontecem em fevereiro próximo na cidade sul-coreana de Pyeongchang.

No primeiro diálogo com a vizinha do sul em mais de dois anos e após meses de incerteza, a Coreia do Norte decidiu enviar uma delegação de atletas, um time de exibição de Taekwondo, animadoras de torcida e artistas às Olimpíadas de inverno deste ano. As competições vão acontecer entre os dias 9 e 25 de fevereiro.

Quatro delegados de Pyongyang e quatro de Seul se reuniram ao norte da zona comum de segurança da cidade fronteiriça de Panmunjom. O município está na zona desmilitarizada que divide a península, anunciou o ministério de Unificação sul-coreano.

A delegação norte-coreana contou com Kwon Hyok-Bong, alto responsável do ministério da Cultura, e Hyon Song-Wol, líder da banda de pop mais popular do país, 'Moranbong'.

O grupo criado em 2012 é formado por 10 mulheres. Ao que parece, elas são escolhidas pelo líder norte-coreano Kim Jong-Un.

Moranbong revolucionou o panorama musical da Coreia do Norte com suas interpretações de sucessos ocidentais, como "My Way" e o tema do filme "Rocky", tocados com violinos elétricos.

O repertório conta também com numerosas canções patrióticas, como "O aniversário de mamãe", que fala do sobre o governante do Partido Trabalhista da Coreia do Norte, ou "O chamamos de pai", uma ode a Kim Jong-Un.

Caso sejam interpretadas durantes as Olimpíadas, as músicas poderiam infringir as leis sobre segurança nacional da vizinha do sul, que proíbe qualquer elogio ao Norte.

Seul tem que negociar com cuidado para evitar a difusão de propaganda do Norte durante os Jogos, avalia Cheong Seong-Chang, analista do Instituto Sejong.

"Se os membros do grupo Moranbong, todas formalmente oficiais militares, vierem ao Sul a carácter, vão incomodar muito os sul-coreanos.

- Orquestra -A delegação sul-coreana inclui altos responsáveis da orquestra sinfônica coreana, sugerindo que os artistas dos dois países possam atuar juntos.

Pyongyang propôs nesta segunda que outra reunião seja realizada na quarta-feira, em Panmunjom. A ideia é concretizar a logística para a ida de atletas norte-coreanos para a competição.

Também está previsto que as duas Coreias voltem a se encontrar na Suíça no próximo sábado, durante encontro com o Comitê Olímpico Internacional (COI), para abordar a participação dos atletas do Norte.

O Sul propôs ao Norte um desfile comum durante a cerimônia de abertura, assim como um time feminino de hóquei sobre o gelo unificado, anunciou na sexta-feira um ministro sul-coreano.

Tanto as entidades olímpicas quanto a Coreia do Sul buscam a participação do Norte, que boicotou as Olimpíadas de verão de Seul 1988. A edição de inverno de 2018 está sendo apresentada como "Jogos da Paz".

Há dois anos, as tensões na península coreana estão no auge por conta do programa nuclear norte-coreano. A situação piorou com a chegada do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao poder.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte