Topo

Esporte

Pelé cancela viagem a Londres, mas não é hospitalizado

19/01/2018 21h00

Rio de Janeiro, 19 Jan 2018 (AFP) - O astro brasileiro Pelé cancelou viagem a Londres para participar de evento em sua homenagem, mas não foi hospitalizado como havia informado a associação de imprensa esportiva britânica que organizava o encontro, garantiu à AFP nesta sexta-feira um de seus assessores pessoais.

A Associação de Escritores do futebol (Football Writers' Association, FWA) havia convidado o Rei do Futebol para um jantar de gala no próximo domingo, mas comunicou que o ex-jogador não compareceria por conta de um desmaio na quinta-feira. O contra-tempo teria feito Pelé precisar se hospitalizar, resultado de uma exaustão severa.

A FWA também garantiu que o tricampeão mundial (1958, 1962 e 1970) teria sido submetido a uma bateria de exames e que estava sob cuidados médicos.

"Fake News (notícias falsas)", clamou o assistente Pepito Fornos, que em telefonema com a AFP garantiu não haver "nada, zero" relacionado com uma hospitalização ou desmaio.

Pelé está no Guarujá fazendo "fisioterapia e repousos normais", acrescentou o assessor.

"Ele disse: não vou porque vai ser muito cansativo, muito estressante", acrescentou Pepito ao lembrar que a lenda do futebol participou da cerimônia de abertura do campeonato carioca na última segunda-feira. A viagem de ida e volta foi feita de carro.

"Havia a homenagem na Inglaterra, mas a viagem ao Rio foi muito cansativa. Fazer outra viagem de muitas horas e muitos aeroportos não seria possível desta vez", disse Fornos.

Pelé tem tido problemas de saúde nos últimos meses. Na segunda-feira, o ex-jogador chamou atenção ao participar a abertura do Cariocão com o auxílio de um andador.

"Pela primeira vez, Deus me deu uma chuteira nova. Por que não mostrar? Deixa eu mostrar", brincou Pelé sobre o novo artefato. Apesar da organização colocar uma cadeira à disposição, Pelé preferiu ficar de pé durante toda cerimônia.

O estado de saúde do atleta do século XX, de 77 anos, é preocupação constante. Em 2016, Pelé não pôde acender a tocha nas Olimpíadas do Rio. Já em dezembro de 2017, Pelé apareceu em cadeira de rodas em Moscou, durante sorteio dos grupos da Copa do Mundo da Rússia-2018.

Em novembro de 2014, Pelé foi hospitalizado para tratar uma séria infecção, que deixou o mundo do futebol em alerta.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte