Topo

Esporte

Alexis Sánchez nega ter sido incentivado por Henry a deixar o Arsenal

24/01/2018 16h05

Londres, 24 Jan 2018 (AFP) - O atacante chileno Alexis Sánchez negou que Thierry Henry, lenda do Arsenal, o tenha incentivado a deixar o clube londrino antes de sua transferência no início da semana para o Manchester United.

Sánchez escreveu nesta quarta-feira em sua conta no Twitter: "Quero esclarecer que Henry nunca me disse para abandonar esse clube, foi uma decisão pessoal... Ele AMA o clube e seria bonito vê-lo um dia como técnico do Arsenal, porque ele ama o clube".

O ex-jogador francês, artilheiro histórico do Arsenal, também se defendeu via Twitter.

"Sei que não preciso dar explicações à maioria dos torcedores do Arsenal, mas, ao contrário das especulações, nunca disse a Alexis Sánchez para abandonar o Arsenal", publicou.

"Nem sabia que ele tinha assinado com o Manchester United até ler as notícias, como todos vocês", continuou Henry.

Alexis, 29 anos, foi contratado na segunda-feira pelo United após disputar 166 jogos com o Arsenal, clube pelo qual marcou 80 gols. O atacante tinha contrato com os Gunners até 30 de junho deste ano e se recusou a ampliar o vínculo.

jw/pb/am

MANCHESTER UNITED

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte