Topo

Esporte

Inglaterra segue esbanjando no mercado e novela Aubameyang está perto do fim

29/01/2018 16h01

Londres, 29 Jan 2018 (AFP) - A poderosa Premier League segue às compras na casa dos vizinhos europeus: o Manchester City está próximo de anunciar a contratação de Aymeric Laporte, que já deu adeus ao Athletic Bilbao, enquanto o Arsenal está prestes a selar a chegada de Pierre-Emerick Aubameyang.

. City continua quebrando a bancaOs Citizens definitivamente têm uma queda por defensores, principalmente se custarem mais de 50 milhões de euros...

Depois de contratar Kyle Walker (57 milhões de euros) e Benjamin Mendy (58 milhões), sem esquecer Nicolas Otamendi e Eliaquim Mangala na temporada passada por valores similares, o líder da Premier League quer trazer Laporte por cerca de 65 milhões de euros.

Esta transferência será feita em duas etapas: o jogador bancou a multa rescisória com o Athletic Bilbao, como já anunciou o próprio clube basco no Twitter, e certamente será reembolsado pelo City após a transferência.

"Eu deixo um clube único, diferente e que eu jamais vou esquecer", escreveu o zagueiro francês de 23 anos na conta do Twitter do Athletic.

Ao pagar o valor da multa rescisória, o City de Pep Guardiola fará de Laporte o segundo defensor mais caro da história. Uma maneira de dar o troco no Liverpool, que levou a melhor na negociação com o zagueiro holandês Virgil Van Dijk, comprado pelos Reds pelo valor recorde de 84 milhões de euros.

Numa equipe que vem jogando por música nesta temporada, Laporte poderá atuar na posição de zagueiro pelo lado esquerdo, devido às repetidas lesões sofridas por Vincent Kompany e John Stones e à pouca segurança transmitida por Mangala.

. Aubameyang no ArsenalArsène Wenger, que pena para manter o Arsenal na briga por uma vaga na próxima Liga dos Campeões, prometeu não gastar fortunas na janela de transferência, no dia seguinte à troca Sánchez/Mkhitaryan. O técnico francês, porém, praticamente se vê obrigado a abrir a carteira dos Gunners para reforçar a equipe. Com isso, se aproxima de Pierre-Emerick Aubameyang (28 anos).

Segundo diversos veículos das imprensas alemã e britânica, o clube londrino estaria disposto a gastar cerca de 65 milhões de euros para contratar o jogador do Borussia Dortmund. Enfim, já que a novela da transferência do atacante gabonês é de longa data.

Aubameyang, artilheiro da última Bundesliga e com 13 gols na atual edição da competição, vem sofrendo com problemas disciplinares no Borussia, aparentemente na tentativa de forçar uma transferência, similar ao comportamento adotado pelo ex-companheiro francês Ousmane Dembéle antes de se transferir ao Barcelona.

"É um personagem colorido", havia dito o diretor esportivo do Borussia, Michael Zorc. "Talvez seja um pouco extravagante, mas sempre foi disciplinado e profissional. Mas, neste momento, não é o caso", continuou. Resta saber se o adeus de Aubameyang será em tom de final feliz para todas as partes ou se o atacante sairá brigado com o clube no qual brilhou intensamente.

. Giroud cobiçado pelo ChelseaPara substituir o gabonês no Borussia, a imprensa alemã cita o nome de Anthony Modeste, o atacante francês que brilhou no Colônia no ano passado e que se encontra atualmente no Tianjin Quanjian chinês. Sua volta à Bundesliga poderia custar cerca de 30 milhões de euros, de acordo com a revista especializada Kicker.

Outros veículos acreditam que quem poderia pintar em Dortmund é o belga Michy Batshuayi, sob contrato com o Chelsea, no qual joga pouco, e que também é cobiçado pelo Sevilla.

De acordo com a Kicker, Arsenal e Borussia negociavam a troca de Aubameyang por Olivier Giroud, mas o negócio não deverá ser realizado por boicote do próprio atacante francês, que não pretende deixar Londres para jogar na Alemanha.

Segundo o jornal britânico Daily Mail, Giroud, que dificilmente ficaria no Arsenal em caso de contratação de Aubameyang, poderá permanecer na capital inglesa, mas para jogar no rival Chelsea. O técnico dos blues, Antonio Conte, procura centroavantes para reforçar seu ataque e também estaria de olho no bósnio Edin Dzeko, da Roma.

bur-yk/chc/am

DAILY MAIL & GENERAL TRUST

BORUSSIA DORTMUND

TWITTER

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte