Topo

Esporte

"Espero recuperar o N.1 esta seamana", afirma Federer

12/02/2018 15h21

Roterdã, Holanda, 12 Fev 2018 (AFP) - O suíço Roger Federer declarou nesta segunda-feira que esperar "recuperar o número 1 do mundo esta semana" no torneio de Roterdã, onde precisa alcançar as semifinais para assumir o topo do ranking ATP novamente.

Campeão do Aberto da Austrália, em janeiro, Federer tem apenas 155 pontos a menos que o atual número 1 do mundo, seu grande rival Rafael Nadal, que precisou abandonar o Aberto australiano nas quartas de final devido a uma lesão.

"Poder reconquistar essa posição seria incrível. É exitante ver Stan (Wawrinka) do meu lado da chave e é bom vê-lo de volta (Wawrinka não competiu na segunda metade da temporada 2017 devido a uma cirurgia no joelho)", afirmou Federer, vencedor de 20 Grand Slams na carreira.

"Jogar pelo primeiro lugar no ranking é genial, não importa o adversário, mas fazer isso contra Stan seria um pouco como uma final de Grand Slam, um grande jogo", continuou o suíço, que ergueu o troféu em Roterdã em 2005 e 2012.

Federer estreia no torneio holandês na quarta-feira diante do belga Ruben Bemelmans.

Se conseguir recuperar o número 1 do mundo, algo que não faz desde outubro de 2012, Federer, 36 anos, se tornará o tenista mais velho a liderar o ranking da ATP, quebrando o recorde do ex-tenista americano André Agassi, que tinha 33 anos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte