Topo

Esporte

CR7 faz dois e Real vence PSG de virada no primeiro duelo das oitavas da Champions

14/02/2018 20h23

Madri, 14 Fev 2018 (AFP) - Com o apoio da torcida e o peso de sua camisa, o Real Madrid foi buscar a virada para derrotar por 3 a 1 o Paris Saint-Germain, nesta quarta-feira, dando um duro golpe na equipe de Neymar no primeiro duelo das oitavas de final da Liga dos Campeões.

A partida mais esperada da temporada não decepcionou. O francês Adrien Rabiot chegou a abrir o placar para o PSG aos 33 minutos de jogo, mas o Real Madrid não desistiu e foi buscar um resultado positivo, virando a partida com dois gols de Cristiano Ronaldo (45 e 83 min) e outro do brasileiro Marcelo.

- 'Até a morte' -Com a vitória, o Real Madrid, irreconhecível na primeira metade da temporada, lembrou ao mundo do futebol que segue sendo o atual bicampeão europeu e dono de 12 títulos continentais.

Marcelo já havia prometido antes da partida que o Real iria "até a morte" para defender o cargo de seu técnico, Zinedine Zidane, e a equipe mostrou na prática que o brasileiro tinha razão.

Desde os primeiros minutos, o tom deste duelo espetacular havia sido dado: vaias aos ex-barcelonistas Neymar e Daniel Alves a cada toque na bola dos brasileiros, e uma dura -e às vezes violenta- marcação alta imposta pelo Real.

Prova do domínio merengue, o goleiro do PSG Alphonse Areola foi o grande nome do primeiro tempo parisiense, embora Rabiot tenha aberto o placar em jogada rápida de Mbappé pela direita.

O goleiro apareceu como salvador quando ficou cara a cara com Cristiano Ronaldo, aos 28 minutos, após lançamento espetacular de Marcelo, e voou para defender chute colocado de Karim Benzema (44).

Areola também acertou o canto na cobrança de pênalti de CR7, mas não conseguiu evitar o empate do Real, pouco antes do intervalo.

O pênalti foi provocado pelo jovem argentino Giovani Lo Celso, 21 anos, por uma falta infantil em Toni Kroos dentro da área. Titular no meio de campo no lugar do lesionado veterano Thiago Motta, Lo Celso sofreu um batismo de fogo com uma atuação abaixo da crítica, colocando os holofotes nas escolhas duvidosas do técnico Unai Emery.

O técnico espanhol, que está em fim de contrato e não parece possuir a confiança dos donos do clube, apostou em Lo Celso e pode pagar com seu cargo, caso o PSG não reverta o resultado em Paris.

- Zidane mexe bem -Outra escolha duvidosa de Emery foi por deixar o jovem Presnel Kimpembe na zaga no lugar do veterano e ídolo da torcida Thiago Silva.

O zagueiro francês até teve uma atuação segura por boa parte da partida, mas acabou falhando de maneira fatal a 7 minutos do fim do jogo, quando erou na saída de bola numa jogada que culminou no segundo gol de Cristiano Ronaldo.

Já do lado merengue, Zidane saiu de campo aplaudido por suas escolhas , que acabaram dando frutos. Isco, titular no lugar de Gareth Bale, foi um dos principais articuladores do jogo do Real, enquanto Nacho fez um bom trabalho para segurar Neymar.

Na parte final da partida, enquanto Emery tirava Cavani para colocar outro defensor, como se estivesse satisfeito com o empate, Zidane promovia a entrada de Bale, Asensio e Lucas Vázquez para partir para cima do adversário parisiense, arrancando dois gols de vantagem que poderão valer a vaga nas quartas de final da competição.

Na partida de volta, marcada para o dia 6 de março no Parque dos Príncipes da capital francesa, o PSG precisará vencer por dois gols de diferença se quiser evitar mais uma eliminação precoce na Champions.

am

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte