Topo

Esporte


Liverpool está mais imprevisível sem Coutinho, afirma Klopp

Reuters/Jason Cairnduff
Jurgen Klopp e Philippe Coutinho em jogo do Liverpool pelo Campeonato Inglês Imagem: Reuters/Jason Cairnduff

Da AFP, em Londres (Inglaterra)

02/03/2018 15h02

Londres, 2 Mar 2018 (AFP) - O técnico do Liverpool, Jurgen Klopp, afirmou nesta sexta-feira que a equipe está mais imprevisível desde que Philippe Coutinho foi vendido ao Barcelona em janeiro, porque seus jogadores precisam ser mais criativos para preencher o vazio deixado pelo brasileiro.

Quando Coutinho deixo o Liverpool para o Barcelona em troca de 120 milhões de euros, muitos comentaristas afirmaram que os Reds sofreriam no ataque sem a habilidade do atacante brasileiro.

Mas, desde então, o Liverpool anotou 22 gols em oito jogos, derrotou o Manchester City (4-3) e venceu o Porto por 5 a 0 no jogo de ida das oitavas de final da Champions, praticamente selando a vaga nas quartas de final da competição.

"Coutinho era um jogador muito dominante em nosso jogo e, quando não estávamos num bom dia, era sempre uma boa ideia lhe dar a bola, assim talvez ele poderia resolver", explicou Klopp nesta sexta-feira, na véspera de receber o Newcastle pelo Campeonato Inglês.

Sem Coutinho, o Liverpool conseguiu manter seu espetacular jogo ofensivo graças ao brasileiro Roberto Firmino, o egípcio Mohamed Salah e o senegalês Sadio Mané.

"Se você olha o Barcelona jogar, num momento específico eles dão a bola para o Messi. Era isso que fazíamos com o 'Phil' (apelido de Coutinho)", continuou o técnico.

"Mas ficou evidente que quando Phil não jogava, tínhamos que fazer um trabalho diferente, dar a responsabilidade a outros e dividi-la entre os jogadores", continuou.

"Num bom dia, não ter um jogador dominante te deixa mais imprevisível , mas em outros dias você perde um jogador de grande nível", concluiu Klopp.

Mais Esporte