Topo

Esporte

Real Madrid volta a vencer PSG e está nas quartas da Champions

06/03/2018 19h33

Paris, 6 Mar 2018 (AFP) - O Real Madrid, que no jogo de ida já havia vencido por 3 a 1, se classificou às quartas de final da Liga dos Campeões ao derrotar novamente o Paris Saint-Germain, desta vez por 2 a 1 na capital francesa, nesta terça-feira, na volta das oitavas de final da Champions.

O astro português Cristiano Ronaldo abriu o placar de cabeça aos 6 minutos do segundo tempo, antes do uruguaio Edinson Cavani empatar provisoriamente aos 25. A dez minutos do fim, Casemiro garantiu mais uma vitória merengue.

Atuais bicampeões da competição, Cristiano Ronaldo e companhia se classificaram pelo oitavo ano seguido às quartas de final da Liga dos Campeões.

Já o PSG volta a ser eliminado nas oitavas de final, apesar do enorme investimento realizado na última pré-temporada (400 milhões de euros) para reforçar o elenco, com as chegadas de Neymar e da jovem promessa francesa Kylian Mbappé.

A derrota deixa em situação delicada o cargo do técnico Unai Emery, que, segundo relatos da imprensa francesa, não sobreviverá a mais uma eliminação precoce do PSG na Champions.

- Controle merengue -O Real Madrid manteve o controle da partida diante de um PSG nervoso e que terminou com dez jogadores em campo, após a expulsão do italiano Marco Verrati aos 20 do segundo tempo.

Os franceses tiveram mais a posse de bola no primeiro tempo, mas não conseguiram levar perigo ao gol de Keylor Navas. Já no segundo tempo, o Real tomou as rédeas do jogo.

Após uma dolorosa eliminação diante do Barcelona no ano passado (perdendo por 6-1 no Camp Nou depois de ganhar por 4-1 em casa), o PSG entrou em campo nesta terça-feira disposto a realizar sua própria 'remontada', mas encontrou um Real Madrid bem postado que se defendia bem e assustava nos contra-ataques. Sem o lesionado Neymar, ficou evidente uma falta de criatividade e agressividade no ataque para incomodar o gigante espanhol.

Nas duas melhores chances do PSG no primeiro tempo, Mbappé e o argentino Angel Di Maria, substituto de Neymar na equipe titular, chutaram cruzado de dentro da área, para defesa de Navas (41 e 43 minutos).

Do lado espanhol, Karim Benzema teve a melhor chance de balançar as redes no primeiro tempo, aos 38 minutos, mas desperdiçou um mano a mano com o goleiro Alphonse Areola.

- Sempre Cristiano -Na volta do intervalo, o ritmo do jogo acelerou com a necessidade do PSG de marcar. Mas Cristiano Ronaldo apareceu para jogar uma ducha de água fria na empolgada torcida parisiense.

Aos 6 minutos, um erro na saída de bola de Daniel Alves resultou num ataque veloz puxado por Asensio, que encontrou Lucas Vázquez na área. O jovem atacante levantou a cabeça e cruzou na medida para Cristiano Ronaldo cabecear forte, sem chances para Areola.

Foi o 12º gol de CR7 nesta edição da Champions, da qual é o atual artilheiro. O craque português também anotou na competição pela 9ª partida seguida, um recorde.

O gol desestabilizou o PSG, que viu Verrati ser expulso após receber um segundo cartão amarelo por reclamação.

Com um jogador a menos, uma virada francesa parecia improvável. A sorte, porém, fez questão de dar uma ajudinha ao PSG para recolocar um pouco de emoção no duelo.

Aos 25 minutos, um cruzamento rasteiro na área do Real foi defendido por Navas, mas a bola acabou batendo no joelho de Cavani e entrando no gol do goleiro costarriquenho.

Mesmo assim, os comandados de Emery se mostraram incapazes de lidar com a qualidade de toque de bola do meio de campo do Real, que acabou matando o jogo aos 35.

No lance, Cristiano Ronaldo acionou Vázquez, que cruzou rasteiro pela direita. Rabiot cortou mal e a bola sobrou para Casemiro chutar. A bola desviou em Marquinhos antes de enganar Areola e entrar no fundo do gol.

Nos minutos finais, um PSG entregue se contentou em segurar uma derrota simples e não deixar o Real ampliar ainda mais o placar.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte