Topo

Esporte


Diego Costa quer ganhar confiança contra Alemanha e Argentina

21/03/2018 14h49

Madri, 21 Mar 2018 (AFP) - O brasileiro naturalizado espanhol, Diego Costa, convocou nesta quarta-feira a Espanha para vencer Alemanha e Argentina nos amistosos internacionais desta semana, em busca de aumentar a confiança antes da Copa do Mundo da Rússia-2018.

"Sabemos que são seleções difíceis. Para ganhar o Mundial, é preciso vencer os melhores", lembrou Diego em coletiva de imprensa após o treinamento da 'La Roja' na zona metropolitana de Madri.

"São dois jogos em que precisamos demonstrar. Queremos fazer o melhor possível para adquirir confiança antes do Mundial", acrescentou o centro-avante do Atlético de Madri.

Costa se mostrou feliz com o retorno à seleção, após não ter sido convocado nos jogos do final de 2017 por não estar jogando.

"Se não tem minutos, é impossível que te chamem", explicou Diego Costa, indicando que Lopetegui sempre deixou a porta aberta para seu retorno quando voltasse a entrar em campo.

"Estou aqui, agradeço e espero fazer o melhor possível para retribuir. Na seleção estou me adaptando muito melhor, as coisas estão acontecendo e o importante é estar aqui e aproveitar os minutos que tenha", acrescentou Diego.

O atacante também comentou sobre a situação do companheiro de Atlético de Madri, Antoine Griezmann. Para Diego, o francês vai continuar no clube colchonero ao final da temporada.

"Sabe que o amamos, que é um jogador muito importante. Ainda está com a gente e não me disse que vai sair. Ficaria feliz que se ficasse. Cada um tem que buscar o melhor para si, mas na minha opinião é ficar", indicou.

Os rumores sobre saída de Griezmann voltaram após entrevista ao jornal L'Equipe em que diz que "meu futuro se decidira antes da Copa".

"Eu acho que ele vai ficar", insistiu Costa, lembrando com um sorriso que "ele me ligava todos os dias para que eu voltasse ao Atlético, e agora não vai me deixar sozinho".

Em Clairefontaine, concentrado com a seleção francesa, Griezmann foi perguntado novamente por seus planos.

"Meu futuro vai ser decidido antes da Copa, bem antes", garantiu.

"Estou bem no Atlético. Tive um início complicado nesta temporada, mas estou bem em Madri. Com o clube as coisas avançam. Quero ganhar um título. Por enquanto acho que posso fazer com o Atlético, mas ainda tenho muito o que aprender com o treinador", afirmou.

Mais Esporte