Topo

Esporte

Higuaín confessa que quase se aposentou em 2015

21/03/2018 11h11

Buenos Aires, 21 Mar 2018 (AFP) - O argentino Gonzalo Higuaín confessou que esteve perto de pendurar as chuteiras em 2015, por conta de um problema de saúda de sua mãe, em declarações ao canal TyC Sports nesta quarta-feira.

"Ela estava muito mal, mas conseguiu seguir adiante e graças a Deus está bem agora. Fiquei sabendo do que aconteceu depois da final dos Estados Unidos (Copa América). Estive perto de parar de jogar, mas ela me pediu para continuar", disse o atacante.

Higuaín está em Manchester para a preparação dos amistosos da seleção argentina contra Itália e Espanha. O camisa 9 da Juventus não defende o time nacional desde a derrota para o Brasil por 1 a 0, na Austrália, dia 9 de junho.

"Estou feliz do momento em que estou, poder voltar à seleção. Estou desfrutando, fiquei com saudade e espero aproveitar", disse o jogador.

A Argentina entra em campo contra a Azzurra no Etihad Stadium, do Manchester City, nesta sexta-feira, e depois viaja para Madri para encarar a Espanha no Wanda Metropolitano, dia 27.

"Graças a minha família tenho uma cabeça forte, porque sofri. Na seleção sofri demais", garantiu Higuaín ao relembrar as críticas.

"Ninguém vai me fazer duvidar do que sou como jogador, mas não é fácil estar oito anos na seleção", refletiu.

Sobre a Copa do Mundo, Higuaín reafirmou que "o objetivo é ganhar". "Se as pessoas esperam que a gente ganhe o Mundial, é porque a gente colocou o sarrafo alto", concluiu.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte