Topo

Esporte

Iniesta admite que deverá deixar seleção espanhola após Copa da Rússia

AFP PHOTO / MIGUEL MEDINA
Imagem: AFP PHOTO / MIGUEL MEDINA

Da AFP, em Madri (Espanha)

22/03/2018 17h07

O meia Andrés Iniesta admitiu que a Copa do Mundo da Rússia em 2018 provavelmente será sua última atuação com a seleção espanhola, num momento em que o jogador ainda está indeciso sobre a possibilidade de deixar o Barcelona para jogar na China.

"Por enquanto e devido à natureza, possivelmente será minha última aparição com a seleção", admitiu Iniesta nesta quinta-feira em entrevista à rádio Cadena SER.

"É um pouco similar ao que pode acontecer no meu clube. Não quero estar lá só por estar, não tenho a necessidade de estar nos lugares só por estar, ou ser quem sou ou fui", explicou o meia de 33 anos.

Iniesta, cuja possível transferência ao futebol chinês tem sido foco de rumores nos últimos meses, depois dele mesmo admitir a possibilidade de deixar o Barça, garantiu que ainda não tomou uma decisão.

"Vamos ver a decisão final, sei que muitas pessoas querem que eu fique. A única coisa que tentarei fazer é ser honesto comigo mesmo, não haverá outra coisa", completou Iniesta, autor do gol que deu o título da Copa do Mundo de 2010 para a Espanha na final contra a Holanda.

"É um momento que cedo ou tarde tinha que chegar, mas eu não me pronunciei nem para uma coisa nem para outra", insistiu Iniesta, que tem até 30 de abril para comunicar sua decisão ao Barcelona.

"Será difícil, seja qual for a decisão, vou tomá-la de maneira muito madura, estou muito tranquilo e, principalmente, estou aproveitando muito este ano. Agradeço ao técnico (Ernesto Valverde) pelo carinho e não há coisa que eu queira mais do que conquistar os três troféus (Liga, Copa do Rei e Champions)", concluiu.

Mais Esporte