Topo

Esporte

Organização de torneio de Miami responde supostas ameaças contra Wozniacki

24/03/2018 17h40

Miami, 24 Mar 2018 (AFP) - A direção do torneio de tênis de Miami respondeu, neste sábado, aos supostos insultos que os torcedores proferiram à dinamarquesa Caroline Wozniacki, após perder para Mónica Puig na noite de sexta-feira.

Wozniacki revelou nas redes sociais que foi insultada e amaçada por sua derrota para Puig, válida pela terceira fase da competição.

"Durante este jogo, algumas pessoas na arquibancada ameaçaram minha família, desejaram a morte de minha mãe e meu pai, me insultaram que nem posso repetir aqui o que disseram", indicou a ex-número 1 em sua conta no Twitter.

A tenista acrescentou que "o serviço de segurança e o pessoal não fez nada para evitar isso. Quando se cruzam certos limites, faz que o tênis seja horrível para ambas jogadores. Espero que o Miami Open escolha abordar o problema com seriedade, já que é um horrível exemplo para a próxima geração de jogadores e torcedores".

Sobre a denúncia de "Woz", a direção do torneio emitiu comunicado que destaca que "a segurança dos jogadores é nossa primeira responsabilidade".

"O último jogo entre Caroline e Monica foi disputada diante de uma multidão barulhenta e apaixonada. Apesar de pessoalmente considerarmos que ninguém deve suportar nenhum tipo de abuso na quadra, fazemos de tudo para proporcionar um entorno seguro e respeitoso", acrescentou a organização.

"Durante o jogo, tivemos pessoas de torneios e da WTA, assim como seguranças nas quadras. Nunca atestaram, nem foram notificados de nenhuma ameaça específica feita aos tenistas e suas famílias. Se tivéssemos sido notificados, a situação seria manejada imediatamente", pontuou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte