Topo

Esporte

Após atuação de gala pela Espanha, Isco lamenta não ter "confiança" de Zidane no Real

28/03/2018 15h00

Madri, 28 Mar 2018 (AFP) - Grande nome da goleada da Espanha sobre a Argentina (6-1), amistoso em que marcou três gols, o meia Isco admitiu que é um alívio jogar na seleção, já que não tem a confiança do técnico do Real Madrid, o francês Zinedine Zidane.

"Quando não se tem um papel importante ou continuidade dentro do clube, os jogos pela seleção são um alívio para mim", declarou Isco após a vitória sobre a Argentina, em amistoso de preparação para a Copa do Mundo da Rússia.

Aos 25 anos, o meia se tornou um jogador-chave na seleção espanhola do técnico Julen Lopetegui, sendo responsável pela armação das jogadas ao lado de Andrés Iniesta e David Silva.

A nível de clube, o relacionamento parece mais complicado com Zidane, que muitas vezes prefere deixar Isco no banco de reservas.

"Lopetegui me passa sua confiança através dos minutos, dos jogos. Em Madri, Não tenho a confiança que um jogador precisa. Talvez o problema seja culpa minha por não ter conseguido obter a confiança de Zidane, com todos os bons jogadores que há", analisou.

"Tenho a confiança do técnico aqui (na seleção), ainda tenho muita vontade de trabalhar, de melhorar para me tornar titular no clube e na seleção", garantiu. "Tenho a impressão de estar na linha de largada e quero mostrar que sou um bom jogador", concluiu.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte